Usando dados para as 50 maiores áreas estatísticas metropolitanas dos EUA (MSAs), este estudo contribui para a literatura sobre a heterogeneidade regional na dinâmica dos preços das casas de várias maneiras. Utilizamos avanços recentes na econometria de painéis que permitem a heterogeneidade regional, a dependência transversal e os dados não estacionários, mas cointegrados. Testamos formalmente as diferenças regionais e exploramos as relações entre a elasticidade-preço do fornecimento de habitação e a elasticidade dos preços, bem como o tamanho e a duração da bolha. A estimativa da elasticidade a longo prazo dos preços das casas em relação à renda pessoal agregada é de 0,86 em todas as MSAs, mas varia consideravelmente entre as cidades. A dinâmica de momentum e reversão de curto prazo também mostra uma heterogeneidade regional substancial. A dinâmica está significativamente associada à elasticidade-preço do fornecimento de habitação. A elasticidade de renda de longo prazo geralmente é maior, o impulso de curto prazo é mais forte e o ajuste para o nível de preços fundamentais a longo prazo é mais fraco nas MSAs mais inelisáveis. Assim, enquanto os ciclos de preços das casas em torno de níveis de preços fundamentais a longo prazo normalmente estão altamente sincronizados em todos os MSAs dentro da mesma região, as bolhas dos preços das casas tendem a ser maiores e mais duradouras nas MSAs com o fornecimento de alojamento mais inelástico.

Using data for the 50 largest U.S. Metropolitan Statistical Areas (MSAs), this study contributes to the literature on regional heterogeneity in house price dynamics in several ways. We use recent advances in panel econometrics that allow for regional heterogeneity, cross-sectional dependence, and non- stationary but cointegrated data. We formally test for regional differences and explore the relationships between the price elasticity of housing supply and the income elasticity of prices, as well as bubble size and duration. The estimated mean long-term elasticity of house prices with respect to aggregate personal income is 0.86 across MSAs, but varies considerably between cities. Short-term momentum and reversion dynamics also show substantial regional heterogeneity. The dynamics are significantly associated with the price elasticity of housing supply. The long-term income elasticity generally is greater, short-term momentum is stronger, and adjustment towards the long-term fundamental price level is weaker in the more supply-inelastic MSAs. Hence, while house price cycles around long-term fundamental price levels typically are highly synchronized across MSAs within the same region, house price bubbles tend to be larger and longer-lasting in the MSAs with more inelastic housing supply.