A habitabilidade intra-urbana é um conceito amplo que está relacionado não apenas com a qualidade da habitação per si, mas também a qualidade do entorno em que a mesma está inserida. Quando uma análise da habitabilidade intra-urbana considera explicitamente o arranjo espacial dos dados disponíveis, é possível obter resultados mais significativos do que aqueles obtidos com técnicas que consideram as unidades de observação como amostras independentes. A Krigagem Ordinária é um método de interpolação geoestatístico considerado como o melhor estimador linear não-tendencioso pela sua capacidade de avaliar o grau de incerteza na estimação dos valores não amostrados, minimizar a variância dos erros, e permitir a identificação da vizinhança e dos pesos mais adequados ao procedimento inferencial. Este artigo tem como objetivo avaliar os resultados obtidos a partir da aplicação do método de Krigagem Ordinária para subsidiar a análise espacial da habitabilidade intra-urbana na cidade do Recife (Brasil). Inicialmente, foram construídos índices de habitabilidade, utilizando-se dados do Censo Demográfico 2000. Em seguida, foi realizada uma análise exploratória desses índices. E, finalmente, foi definido um modelo anisotrópico de semivariograma para mensurar e mapear a autocorrelação espacial da habitabilidade no Recife. Os resultados revelam as principais tendências e agrupamentos espaciais na cidade.


Ordinary Kriging applied to spatial analysis of intra-urban habitability: the case of the city of Recife (Brazil)

Intra-urban inhabitability is a wide concept which is related to not only the dwelling quality per si, but also to the quality of its surrounding. When an intra-urban inhabitability analysis explicitly considers the spatial arrangement of the avalailable data, it is possible to obtain more significant results than those obtained with techniques which consider the observational units as independent samples. Ordinary Kriging is a geostatistic interpolation method which is considered as the best linear unbiased estimator due to its capability to access the incertatinty degree in the estimation of non-sampled values, to minimize the error variance, and to permit the identification of the more appropriated neighbourhood and weights for the inferential procedure. This paper aims to access the results obtained from the application of the Ordinary Kriging method in the spatial analysis of intra-urban inhabitability of the city of Recife (Brazil). Firstly, it was created inhabitability indexes from Demographic Census 2000 data. Then, it was done an exploratory analysis of these indexes. Finally, it was definied an anisotropic semivariogram model to measure and map the inhabilitability spatial autocorrelation in Recife. The results reveal the principal spatial trends and clusters in the city.