This article sample that the characteristics that delineate the economic configuration, financial and politics of the capitalism contemporary have contributed to sediment in the last decades the nip of the relations between the real estate capital and the financial capital. The dissemination of the mechanisms of securitization of asset and other financial instruments has conferred bigger liquidity to the assets real estate and guaranteed a significant mobilization of capital for new real estate enterprises. The Brazil, in virtue of the long period of macroeconomic stabilization, has gradual if inserted in this circuit and if become a propitious environment for the one of new investors (Pension fund, insurance company, etc), as well as of foreign investors.

O artigo mostra que as características que delineiam a configuração econômica, financeira e política do capitalismo contemporâneo têm contribuído para sedimentar nas últimas décadas o estreitamento das relações entre o capital imobiliário e o capital financeiro. A disseminação dos mecanismos de securitização de ativos e de outros instrumentos financeiros tem conferido maior liquidez aos ativos imobiliários e garantido uma mobilização significativa de capital para novos empreendimentos imobiliários. O Brasil, em virtude do longo período de estabilização macroeconômica, tem gradativamente se inserido nesse circuito e se tornado um ambiente propício para a de novos investidores (Fundos de Pensão, companhias de seguros, etc), bem como de investidores estrangeiros.