The housing market cycle had always, has and will have growth and drops in property prices in all cities in the same or different times. Despite the real estate market analysis is important in any decision for investment in real estate, it can not detect clearly whether this market is going through a phase of speculation or normal growth. It is therefore important to know when it comes to a normal growth of the housing market and when growth becomes speculative. The first case is desirable and necessary for the city. The second case can be good, as in most of the growth, but can also turn into a pure speculation for the purpose of a drop in real estate prices. The causes of speculative growth are several. These vary by country, the period of speculation, the real estate habit among other economic and non-economic variables. The aim of this study is to present reasons for the speculative growth in housing market. Methodologically this study is characterized as descriptive and exploratory research conducted by field research and research ex post facto. In the recent (and numerous) cases of speculative growth analzyed, in 101 cities in 10 countries, this article identified several causes, which can be divided into cluster. Among the founded causes have it: tax cuts, tax incentives and government subsidies; disregard of fundamental data and real estate market data, investment of domestic and foreign capital, loans and reduced interest rates, political changes, and fast-growing economy. Not always there is only one issue that created a speculative bubble. Often, the ideas of governments to develop and support the housing market going the good time, and ultimately cause worse problems in the future.

O ciclo do mercado imobiliário sempre teve, tem e terá crescimentos e quedas dos preços de imóveis em todos as cidades no mesmo ou diferentes tempos. Apesar da análise do mercado imobiliário ser importante em qualquer decisão de investimento em imóveis, ela não consegue detectar com clareza se este mercado passa por alguma fase de especulação ou um crescimento normal. No entanto, é importante saber quando se trata de um crescimento normal do mercado imobiliário e quando o crescimento é especulativo. O primeiro caso é desejável e necessário para a cidade. Já o segundo caso, embora nem sempre seja negativo, pode terminar com uma queda dos preços imobiliários. As causas do crescimento especulativo são diversas. Estas variam conforme o país, o período da especulação, o hábito imobiliário dentre outras variáveis econômicas e não–econômicas. O objetivo deste estudo consiste na apresentação de causas do crescimento especulativo no mercado imobiliário residencial. Metodologicamente este estudo caracteriza-se como descritivo-exploratório realizado por meio de pesquisa de campo e investigação ex post facto. Este artigo apresenta casos de crescimento especulativo analisados em 101 cidades de 10 países, sendo identificadas várias causas, que puderam ser agrupadas. Dentre as causas detectadas tem-se: redução de impostos, incentivos fiscais e subsídios governamentais; desconsideração de dados sócio-econômicos fundamentais e imobiliários; investimento de capital nacional e estrangeiro; créditos e redução de taxa de juros; mudanças políticas; e crescimento acelerado da economia. Nem sempre existe apenas uma causa que cria uma bolha especulativa. Muitas vezes, as idéias dos governos para desenvolver e apoiar o mercado imobiliário conseguem fazê-lo efetivamente, mas, mal dosados, acabam causando problemas para este mercado.