This article highlights the relevance of Facility Management (FM) in developed countries as an effective management tool for reducing costs and improving the management of organizations, especially those who work in the service sector and construction. The article is descriptive and bibliographic. It is noteworthy that the emergence of FM was in the United States of America in the 1950s. In Brazil, the Brazilian Association of Facilities (Abrafac) was established in 2004 and has over 240 members. The reasons for the development of FM were to decrease operating costs and maintenance, as well as the optimization and increase the profitability of real estate investment, beyond the satisfaction of users and owners. One can point to the increase of transparency in real estate costs, the use of technology and automation that facilitated the success of FM in many countries, like Germany, Brazil, Britain and the USA. In Brazil, there is still a large degree of FM, but there is already an MBA at USP. To professionalize the service and market growth of FM, it ́s necessary that a greater amount of professional training in the area take place.

O presente artigo destaca a relevância do Facility Management (FM) como uma ferramenta de gestão eficiente para a redução dos custos e melhoria da gestão das organizações, especialmente das que atuam no segmento de serviços e construção civil. O artigo é do tipo descritivo e bibliográfico. Assim, a técnica de pesquisa foi exclusivamente de levantamento de dados de fontes secundárias. O surgimento do FM aconteceu nos Estados Unidos, nos anos 1950. No Brasil, isto ocorreu com criação da Associação Brasileira de Facilities (Abrafac) que somente foi criada em 2004 e, atualmente, conta com mais de 240 associados. Os motivos para o desenvolvimento do FM foram a necessidade de redução de custos de operação e de manutenção, bem como a otimização e aumento da rentabilidade do investimento imobiliário ao mesmo tempo em que buscam a satisfação dos usuários e dos proprietários. Estudiosos da Alemanha, Grã-Bretanha e EUA, por exemplo, apontam como fatores positivos da utilização desta técnica de gestão o aumento de transparência dos custos imobiliários e, a utilização de tecnologia e automação que facilitam as operações logísticas. No Brasil, ainda não há um curso superior de FM, mas já foi lançado um curso de MBA com enfoque neste tema na Universidade de São Paulo. Por estas razões, entende-se que para a profissionalização deste serviço e o crescimento do mercado de FM é relevante o aumento na quantidade de profissionais com formação nesta área de conhecimento.