Social sustainability in dwellings which meet the requirements of the welfare of the user from the consideration of factors that include the promotion of human health, meeting the needs and aspirations as well as social and cultural characteristics of the individuals involved. In search of conditions which guarantee that such requirements were identified aspects of the social dimension of sustainability in certification systems, and also held a survey and analysis of the state of the art. The case study aims to validate the application of a research analysis for social sustainability in architectural projects of similar ventures. The analysis revealed that the information collected within the dimension of the environment is a fundamental study of the impact the neighborhood, being essential to hear the considerations of neighborhood residents about the impact of new venture into daily life, the size of the condominium was found that thebuilding should consider the cultural factors of the neighborhood, to facilitate communication between residents, ensure the privacy of individuals, among others and in the size of housing unit noted the importance of the project to be flexible and adaptable to the needs of residents, have adequate space for family life, ensure ventilation and natural lighting environments, among others.

A sustentabilidade social em habitações trata da satisfação das exigências do bem-estar do usuário a partir da consideração de fatores que abrangem a promoção da saúde humana, o atendimento das necessidades e das aspirações bem como as características sociais e culturais dos indivíduos envolvidos. Em busca de requisitos que garantam tais exigências se identificou aspectos da dimensão social da sustentabilidade nos sistemas de certificação, aplicando-os em condomínios residenciais, no município de Florianópolis/SC. A abordagem metodológica iniciou pelo estudo das ferramentas e sistemas de avaliação ambiental, além de normas e leis, nacionais e internacionais, buscando identificar nos mesmos aspectos de sustentabilidade social, que posteriormente puderam compor um roteiro de investigação. Este roteiro foi elaborado contemplando 3 esferas: a do bairro onde a edificação se insere; a esfera imediata da edificação, no caso o condomínio; e, a unidade habitacional. O estudo de caso buscou validar a aplicação do roteiro de investigação para análise da sustentabilidade social em projetos de arquitetura de empreendimentos semelhantes. A análise das informações coletadas revelou que dentro da dimensão do entorno é fundamental um estudo de impacto de vizinhança, sendo imprescindível ouvir as considerações dos moradores do bairro a respeito do impacto do novo empreendimento na vida cotidiana; na dimensão do condomínio constatou-se que a edificação deve considerar os fatores culturais do bairro, facilitar a integração entre moradores, garantir a privacidade dos indivíduos, entre outros; e na dimensão da unidade habitacional constatou-se a importância de o projeto ser flexível e adaptável às necessidades do morador; possuir espaço adequado para o convívio familiar e garantir ventilação e iluminação natural nos ambientes.. Portanto, espera-se que todos estes fatores contribuam para o aprimoramento do processo de projeto que considera a sustentabilidade social em empreendimentos habitacionais.