Companies nowadays tend to adopt strategies to achieve sustainable competitive advantages, assuming thus its social and environmental purpose front of the society. This article aims is to evaluate the sustainable conduct of three companies of Construction Industry in the city of Belo Horizonte-MG. The methodology was based on ESA model. From 78 indicators was verified the full adoption, partial adoption or not adoption of certain conduct sustainable. The indicators were divided into nine dimensions: (1) development of products / processes, (2) production and maintenance, (3) purchases, (4) human resources, (5) general administration, (6) financial, (7) legal, (8) marketing and sales, (9) distribution. They were evaluated in weak, intermediate and strong. Data were collected through questionnaires, semi-structured interviews and through direct observation of construction sites and offices of companies. Based on the classification of the indicators was found that companies A and B showed weak behavioral assessment in the dimensions Purchasing and General Administration, and company C had weak assessment dimensions Purchasing, Human Resources and General Administration. However, the average of the indicators, it is concluded that the conduct of companies A, B and C are strong. Based on these data, companies can take on a new strategy of conduct, in order to improve their performance. As an example, can be performed structuring the procurement process and the adoption of a management policy of social responsibility.

As empresas atualmente tendem a adotar estratégias que visam obter vantagens competitivas sustentáveis, assumindo desta forma, seu papel social e ambiental frente á sociedade. O objetivo deste artigo é avaliar a conduta sustentável de três empresas da Indústria da Construção Civil atuantes no município de Belo Horizonte – MG. A metodologia utilizada foi baseada em uma das vertentes do modelo ESA. A partir de 78 indicadores foi verificada a adoção total, adoção parcial ou não adoção de determinada conduta sustentável. Os indicadores foram divididos em nove dimensões: (1) desenvolvimento de produtos/processos; (2) produção e manutenção; (3) compras; (4) recursos humanos; (5) administração geral; (6) financeiro; (7) jurídico; (8) marketing e vendas; (9) distribuição, sendo avaliados em fraco, intermediário e forte. Os dados foram coletados através de questionários, entrevistas semi-estruturadas e por observação direta nos canteiros de obra e escritórios das empresas. Com base na classificação dos indicadores foi constatado que as empresas A e B apresentaram avaliação de conduta fraca nas dimensões“Compras” e “Administração Geral” e além destas a empresa C apresentou avaliação fraca na dimensão, “Recursos Humanos”. Contudo, na análise geral, conclui-se que as condutas das empresas A, B e C são fortes. Com base nestes dados, as empresas podem assumir uma nova estratégia de conduta, com o objetivo de melhorar seu desempenho. Como exemplo, pode ser realizada a estruturação do processo de compras, bem como a adoção de uma política de gestão de responsabilidade social.