The supply of goods and products to stores in large cities is a current and relevant logistics challenge. In large cities of the so-called "emerging countries", the urban environment where the deliveries take place can be significantly different from the ones found in developed countries, thus affecting the urban logistics related to freight distribution.

A key aspect in the pursuit of measures that can improve the circulation of trucks and the freight distribution, particularly in megacities, is the estimation of the freight transport demand to a given area. This demand, which can be estimated based on the flows of products and goods to be delivered to each of the retail stores, comprises the motivation of this work.

Thus, based on a literature review related to the theme, we intend to characterize the delivery process to small businesses as well as to evaluate the potential application of transport demand models, with emphasis to freight demand. Our aim is to evaluate the employment of these models in studies related to urban logistics in the context of megacities. We propose an approach based on a pilot field experiment, considering a store with suitable commercial and logistics characteristics. The results are presented and discussed.

O abastecimento de bens e produtos para estabelecimentos comerciais em grandes cidades é um desafio relevante e atual da logística. Em metrópoles de países ditos “emergentes” ou “em desenvolvimento”, oambiente urbano onde ocorrem as entregas de produtos e mercadorias pode ser significativamente distinto do encontrado nos países desenvolvidos, afetando a logística urbana de distribuição de carga.

Um dos aspectos importantes, quando se buscam medidas a fim de tentar melhorar a circulação de caminhões e a distribuição urbana de carga, em particular nas megacidades, é o conhecimento da demanda de transporte de carga para uma determinada área, a qual pode ser estimada com base nos fluxos de produtos e mercadorias destinados aos estabelecimentos comerciais envolvidos, e que consiste na motivação deste trabalho.

Dessa forma, a partir de pesquisa bibliográfica e revisão da literatura científica relacionada ao tema, procura-se caracterizar o processo de entregas a estabelecimentos comerciais de pequeno porte e avaliar a aplicação dos principais modelos de demanda de transportes, mais especificamente aqueles de demanda de transporte de carga, para estudos que envolvam a logística urbana em um panorama de megacidades. Aplica-se um modelo desenvolvido a um estabelecimento piloto, que se condiciona às características logísticas e comerciais definidas, e avaliam-se os resultados obtidos.