To improve the situation of Brazilian cities, debate and reflection in search of economic alternatives, mitigation of environmental impacts, stakeholder engagement, clashes, demonstrations, trials and deployments of new practices in the pursuit of sustainability is increasingly pressing. Concurrently, the development of quality and quality management, showing the pillars on which rests the sustainable management, indicate how such management model can be applied to condominiums, as the case of Porto di Nucci Residential Building, located in Campinas / SP. It also makes the city better to its inhabitants, in its various aspects (environmental, economic, administrative, social and governance), ensures a better future for present and coming generations. In this context, there is the possibility of applying the principles and fundamentals of sustainable management in commercial and residential condominiums through a condominium management system based on the MEG (Model Management Excellence), in order to obtain qualitative and quantitative results as a way of collective construction of the sustainable city.

Para melhorar a situação das cidades brasileiras, o debate e a reflexão em busca de alternativas econômicas, mitigação dos impactos ambientais, engajamento das partes interessadas, embates, manifestações, experimentações e implementações de novas práticas na busca da sustentabilidade são cada vez mais prementes. Concomitantemente, a evolução da qualidade e da gestão da qualidade, mostrando os pilares sobre os quais se assenta a gestão sustentável, apontam como esse modelo gerencial pode ser aplicado em condomínios, como o case do Edifício Residencial Porto di Nucci, localizado em Campinas/SP. Ademais, tornar a cidade melhor aos seus habitantes, em seus mais diversos aspectos (ambiental, econômico, administrativo, governança e social), garante um futuro melhor para as atuais e gerações vindouras. Nesse contexto, verifica-se a possibilidade da aplicação dos princípios e fundamentos de gestão sustentável em condomínios residenciais e comerciais, mediante um sistema de gestão condominial fundamentado no MEG (Modelo de Excelência da Gestão), a fim de obter resultados qualitativos e quantitativos como forma de construção coletiva da cidade sustentável.