In recent years, the real estate market of Florianópolis has shown a very strong growth compared to most other state capitals and cities of its size. In the past decade has grown, according to the IBGE, 23%. To monitor, support the strategic planning of the construction sector (SINDUSCON-Fpolis) and food academic research on the subject, since 1995, the Federal University of Santa Catarina (UFSC) is interviewing potential families buyers of apartments with scope to trace a consumer profiles and detect their preferences over the typical selected attributes of the future property. This research seeks to determine from where the prospective family grouping comes and what the preference of neighborhood it wants to settle, as well as its motivation (investment, increase family fails to pay rent, for example), followed by a list of selected attributes of the apartment (balcony in the living room, pool, party room, for example) that are essential, desirable, indifferent or objectionable. Following are information related to the purchase process (entry plus installments, for example), ending the family composition (targeting framing on the stage of the family life cycle). The purpose of this article is therefore to present and analyze the main changes in the consumer profile of apartment purchasers in Florianopolis, within those 10 years of research. The most significant results were that three- bedroom apartments have stable demand, the demand for real estate outside the Island doubled, decreased cash purchase, sunny rooms, running hot water and balcony in the living room are attributes that remain in the list of the 5 most essential, and increased dramatically the number of families with adult children living together.

Nos últimos anos, o mercado imobiliário da cidade de Florianópolis tem apresentado um crescimento muito grande se comparado com a maioria das outras capitais de estado e cidades do seu porte. Na década passada cresceu, segundo o IBGE, 23%. Para monitorar, subsidiar o planejamento estratégico do setor da construção local (SINDUSCON-Fpolis) e alimentar pesquisas acadêmicas sobre o assunto, desde 1995, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) vem entrevistando famílias potenciais compradoras de apartamentos com o escopo de traçar um perfil do consumidor e detectar as suas preferências em relação aos atributos típicos selecionados do futuro imóvel. Esta pesquisa procura determinar de onde o prospectivo grupamento familiar vem e qual a preferência de bairro pretende se estabelecer, bem como suas motivações (investimento, aumento de família, deixar de pagar aluguel, por exemplo), seguido de uma lista de atributos selecionados do apartamento (sacada na sala, piscina, salão de festas, por exemplo) que sejam indispensáveis, desejáveis, indiferentes ou rejeitáveis. Seguem-se informações relativas ao processo de compra (entrada mais prestações, por exemplo), terminando pela composição familiar (visando enquadramento no estágio do ciclo de vida familiar). O objetivo deste artigo é, portanto, apresentar e analisar as principais alterações no perfil do consumidor de apartamentos em Florianópolis, nesses 10 anos de pesquisa. Os resultados mais expressivos foram que: apartamentos de três quartos têm procura estável, a demanda para imóveis fora da Ilha dobrou, diminuiu a compra à vista. Quartos ensolarados, água quente encanada e sacada na sala são atributos que permaneceram na lista dos cinco mais imprescindíveis, e aumentou de forma expressiva o número de famílias com filhos adultos morando juntos.