In order to remain competitive, the real estate companies operating in the segment of development for sale (ERE) must be fast to understand the changes in the economy so as to act on their impact on the market perspectives.

The economic stabilization, the globalization and the consumer defense code lead to the creation of a more competitive environment, reflected in improving the quality and reducing the waste in implementing the projects. Furthermore, with the society more aware of the rational use of electricity and drinkable water, the ERE started developing more sustainable projects.

On the other hand, with the wide availability of funds for land acquisition, production financing and mortgage loans to purchase houses, the ERE made businesses dismissing the proper principles of risk analysis which, added to a clear vulnerability in the management systems, ended in meaningful losses.

In this regard, the object of this article is to discuss the evolution of the real estate market in the last decade in Brazil. As a conclusion, the Quality and Sustainability Baselines introduced throughout this period are recognize.

Para se manterem competitivas, as empresas de real estate que atuam no segmento de empreendimentos para venda (ERE) precisam de agilidade para compreender as mudanças no cenário econômico, para julgar seu impacto nas perspectivas de mercado.

A estabilização econômica, globalização e o código de defesa do consumidor são alguns dos indutores da geração de um ambiente mais competitivo, com reflexo na melhoria da qualidade e redução de desperdícios na implantação das obras do setor. Além disso, com uma sociedade mais consciente da necessidade do uso racional de energia elétrica e de água potável, as ERE começaram a desenvolver empreendimentos mais sustentáveis.

Do outro lado, com a vultuosa disponibilidade de recursos financeiros para aquisição de terrenos, financiamento à produção e crédito imobiliário para aquisição de moradias, as ERE conduziram os seus negócios muitas vezes desprezando princípios adequados de análise de riscos, que somados a uma evidente fragilidade nos sistemas de gestão, resultaram por gerar perdas expressivas.

Diante deste cenário, o objeto deste artigo é discorrer sobre a evolução do mercado de real estate na última década no Brasil. Como conclusão busca-se reconhecer as BASELINES da QUALIDADE e da SUSTENTABILIDADE que foram introduzidos ao longo deste período e que vêm norteando este setor.