This article studies the possible internationalization of Brazilian companies of residential real estate into the Costa Rican market, based on the analysis of external and internal factors. A SWOT analysis was used to identify these elements, and so design a questionnaire that was applied to eleven important Brazilian companies. The results showed that the interviewed companies gave more attention to new market size and the characteristics of its financial system, to analyze the attractiveness of this, and they identified the lack of local expertise and their entrepreneurial culture, as the elements that would hinder their internationalization. In conclusion, the possible internationalization of these companies is defined by contingent elements, and this strategy is not feasible or advantageous due to the current conditions of their local markets, the threats of the Costa Rican market and the structuration of their internal environment.

O presente artigo estuda a possível internacionalização de empresas brasileiras de real estate residencial para o mercado costarriquenho com base na análise de fatores externos e internos. Para identificar tais elementos, foi utilizada a ferramenta analítica SWOT, com o fim de estruturar um questionário que foi aplicado a onze importantes empresas do setor residencial brasileiro. Os resultados mostraram que as empresas entrevistadas deram maior atenção ao tamanho do mercado externo e às características de seu sistema financeiro para analisar a atratividade deste, e identificaram a carência do conhecimento local e sua cultura empresarial como elementos que dificultariam sua internacionalização. Conclui-se sobre a possível internacionalização de empresas brasileiras de real estate residencial para o mercado da Costa Rica, que elementos principalmente contingenciais definem esta estratégia, não sendo viável nem vantajoso idealizar um processo de internacionalização nesse mercado, devido às condições de seus mercados locais, às ameaças do mercado costarriquenho e à estruturação de seus ambientes internos.