Housing market in the city of São Paulo observed over the last decade shows rising prices, in no minal terms, according to the offered Price Index ( FIPE ZAP ). Price increases occur because of factors related to construction costs and land prices. However the market purchasing power analy zed by means of the household income development index (Bacen), illustrates a less sharp curve, despite the set stability bias in recent months. The deviation between offered prices and the purc hasing power is reflected in increasing urban density and urban development.

The essential growth axes predominantly are: northeast, from the surrounding of Vila Mariana, t oward Guarulhos, southeast toward ABCD and West toward Osasco.

The urban growth characteristics in these axes have different qualities as they move away from t he center, which can be highlighted: the areas of consolidated urbanization, which are identified by the ample supply of infrastructure and lines of mobility; areas of urban vulnerability, with a hi gh rate of poor areas, irregularities and risk, in addition to the low supply of infrastructure and sa nitation and the so-called area the Urban containment, represented by the large green plots of lan d interspersed with farms and agricultural activities.

By mapping the FIPE ZAP index over the three significant development axes of the city of São P aulo, the article aims to show the purchasing power movement during the last 15 years, from the study of 47 regions.

O mercado de imóveis residenciais na cidade de São Paulo observado ao longo da última década mostra preços crescentes, em valores nominais, segundo a leitura do índice de Preços ofertados (FIPE ZAP). Os aumentos de preços ocorrem por fatores relacionados com custos de construção e preços de terrenos. Entretanto a capacidade de compra do mercado, analisada por meio do índice de evolução de renda das famílias (Bacen), ilustra uma curva menos acentuada, apesar do viés de estabilidade configurado nos últimos meses. O desvio entre os preços ofertados e a capacidade de compra reflete no comportamento dos focos de adensamento da cidade e desenvolvimento urbano.

Predominantemente os principais eixos de crescimento são: nordeste, a partir do entorno da Vila Mariana, na direção de Guarulhos, sudeste na direção do ABCD e sentido oeste na direção de Osasco. As características urbanas nestes eixos de crescimento apresentam qualidades distintas na medida em que se afastam do centro, podendo-se destacar: as áreas de estruturação metropolitana, que são identificadas pela grande oferta de infraestrutura e eixos de mobilidade; as áreas de vulnerabilidade urbana, com o elevado índice de áreas precárias, irregularidade e de risco, além de baixa oferta de infraestrutura e saneamento; e a chamada área de contenção urbana, representada pelas grandes parcelas de cobertura verdes intercaladas por atividades agrícolas e chácaras.

Através do mapeamento do índice FIPE ZAP ao longo dos três eixos de desenvolvimento significativos da cidade de São Paulo, o artigo tem como objetivo demonstrar o deslocamento do poder de compra nos últimos 15 anos, através da análise de 47 bairros.