The objective of this work is to bring to long-term real estate investors, a broader view of the city where one wants to invest, by assessing characteristics that will determine the city’s strengths to survive, its ability to rise and also chances to decay. Such rise and fall movements will inevitably bring along the appreciation or depreciation of the city’s real estate assets. The proposed method is to analyse the resilience of the city, that is, how vulnerable it is by its geography, environment, resource availability, infrastructure, community, and how much it is able to recover from possible impacts, given its governance structure, quality of institutions, technical capacity and access to financial resources. This analysis has been run on the city of Vitória-ES, which has presented a level of resilience compatible with a supposed Brazilian national average and well below the level of other cities in more developed countries.

A resiliência das cidades tem sido tratado como aspecto novo e de crescente relevância para o investidor imobiliário. Partindo do conceito de cidade resiliente, nossa proposta é de provocar no investidor imobiliário de longo prazo um olhar mais amplo sobre a cidade onde se quer investir. Entram na perspectiva de análise as características que determinam a sobrevivência, a capacidade de ascensão e também as chances de decadência das cidades. Movimentos tais que inevitavelmente vão trazer consigo a valorização ou desvalorização dos seus ativos imobiliários. O método aqui proposto é analisar a resiliência da cidade, ou seja, o quanto vulnerável ela é pela sua geografia, ambiente, disponibilidade de recursos, infraestrutura e comunidade, e o quanto é capaz de se recuperar de possíveis impactos, dado sua estrutura de governança, qualidade das instituições, capacidade técnica e acesso a recursos financeiros. A análise foi feita com referencial teórico secundário sobre cidades resilientes e utilizou-se como norteador os aspectos de cidades resilientes levantados pelo estudo do Grosvenor Group, bem como o ranking de cidades resilientes feito por eles. Também utilizou referências primárias com documentos da cidade escolhida como nosso estudo de caso - a cidade de Vitória-ES. O estudo indica que a cidade de Vitória- ES mostrou um nível de resiliência compatível com a média nacional brasileira e bem abaixo do nível de outras cidades de países tidos como mais desenvolvidos de acordo com o ranking do Grosvernor Group.