In the midst of the volatility of the Brazilian real estate market presented through the dynamism of the scenarios in the last decade, where there were antagonistic moments in that period, the lack of more detailed and qualified information made difficult a better and more adequate positioning of the players of this sector. Despite the importance of the construction sector in the national economy, there is a lack of indicators that explain more comprehensively the behavior of regional markets. This scope provides a better verification of the behavior of the offers and demand of new properties at different times of the conjuncture. This is mainly due to the absence of quantitative data, contained in time series, obtained with transparency and easy access to stakeholders in this sector. Thus, it is common to use indicators that do not necessarily reflect the real conditions of the local markets, making it difficult to explain the movements to attract new investments. In order to contribute to this analysis, an indicator was developed, using data referring to sales and unit prices over time, in order to represent with greater accuracy the performance of the negotiations in each period. This model was created from adaptations of the calculation applied in the Ibovespa, with a methodology of easy understanding and application, to provide the ease of interpretation and diffusion of this index in other markets. The validation of this indicator was based on a sample obtained from the data collection of new properties, of 250 works and 60 constructors, with different typologies and locations, in the period of 2015 and 2017, in Fortaleza-CE. This study can contribute to the identification of potential regions and the development of more assertive investment strategies in the real estate market.

Em meio à volatilidade do mercado imobiliário brasileiro apresentado através do dinamismo dos cenários na última década, onde se vivenciou momentos antagônicos nesse período, a falta de informações mais detalhadas e qualificadas dificultou um melhor e mais adequado posicionamento dos players desse setor. Apesar da importância do setor da construção na economia nacional, faltam indicadores que explicam com maior abrangência os comportamentos dos mercados regionais. Essa abrangência propicia uma melhor verificação o comportamento das ofertas e demanda de imóveis novos em diferentes momentos da conjuntura. Isso ocorre, principalmente, pela ausência de dados quantitativos, contidos em séries temporais, obtidos com transparência e de fácil acesso aos stakeholders desse setor. Desse modo, é comum a utilização de indicadores que não refletem, necessariamente, as reais condições dos mercados locais, dificultando uma melhor explicação dos movimentos para a atração de novos investimentos. Com o intuito de contribuir com essa análise, desenvolveu-se um indicador, utilizando dados referentes a vendas e preço das unidades ao longo do tempo, a fim de representar com maior exatidão o desempenho das negociações em cada período. Esse modelo foi criado a partir de adaptações do cálculo aplicado no Ibovespa, com metodologia de fácil entendimento e aplicação, para proporcionar a facilidade de interpretação e difusão desse índice em outros mercados. A validação desse indicador foi com base em amostra obtida a partir do levantamento de dados de imóveis novos, de 250 obras e 60 construtoras, com diferentes tipologias e localização, no período de 2015 e 2017, em Fortaleza-CE. Esse estudo pode contribuir para a identificação de regiões potenciais e elaboração de estratégias mais assertivas de investimentos no mercado imobiliário.