The dynamic Brazilian real estate market has undergone relevant changes due to the context of economic and political instability. This scenario requires strategies leading to better investment decisions, based on reliable economic, financial and market data. Besides carefully planning and many prior studies before undertaking, it is also necessary to analyze the sensitivity of the investment with the variation of factors that are not fully known and controlled by the investor. This work is justified by the importance of this market feasibility analysis, before starting an economic study, aiming to present and analyze indicators of Goiania real estate market, relevant to a future economic feasibility study, as well as identifying the most suitable regions for future investments. For this analysis, the market was initially divided into 10 macroregions, the so called macrozones, containing neighborhoods with geographic proximity, projects with similar finishing standards and public. Hereafter 2 of them were discarded for lack of reliable data. From the 8 remaining macrozones, through the indicator Sales on the Offer, we reached 4 warmer regions, with higher sales speeds. Then a field analysis was carried out, through in situ observation, seeking to know the infrastructure of the most heated macro regions. This new filter led to the definition of 3 with the best infrastructure for investment. Among these 3 macro-regions some performance indicators were analyzed: stock, launches, price per area, Sales on the Offer and distrates. The paper points out the most important factors to support a subsequent decision making, providing inputs to a reliable and assertive economic-financial feasibility study.

O dinâmico mercado imobiliário brasileiro tem sofrido mudanças relevantes devido ao contexto de instabilidade econômica e política. Diante de tal cenário, exigem-se estratégias que conduzam a tomadas de decisões mais acertadas quanto ao investimento, baseando-se em dados econômicos, financeiros e mercadológicos confiáveis. Além de planejar de forma criteriosa e realizar estudos prévios antes de empreender, também se torna necessário analisar a sensibilidade do investimento perante a variação de fatores que não são totalmente conhecidos e controlados pelo investidor. Este trabalho justifica-se pela importância dessa análise de viabilidade mercadológica, antes de iniciar um estudo econômico, tendo como objetivo apresentar e analisar indicadores do mercado imobiliário goianiense, relevantes para um futuro estudo de viabilidade econômica, além de buscar identificar quais regiões seriam as mais aquecidas para investimentos futuros. Para tal análise, o mercado inicialmente foi dividido em 10 macrorregiões, chamando-as de macrozonas, contendo bairros com proximidade geográfica, empreendimentos com padrão de acabamento e público semelhantes. Posteriormente foram descartadas 2 delas por falta de dados confiáveis. Das 8 macrozonas restantes, por meio do indicador Vendas sobre a Oferta, chegou-se a 4 regiões mais aquecidas, de maior velocidade de vendas. Posteriormente foi realizada uma análise de campo, por meio de observação in loco, buscando conhecer a infraestrutura das macrorregiões mais aquecidas. Este novo filtro levou à definição de 3 com a melhor infraestrutura para investimento. Dessas 3 macrorregiões foram analisados os indicadores: estoque, lançamentos, preço por área, vendas sobre a oferta e distratos. O trabalho conclui apontando os fatores de maior importância para balizar uma subsequente tomada de decisão, fornecendo dados de entrada para um estudo de viabilidade econômico- financeiro confiável e assertivo.