The importance of geometry in shopping centers architectural projects is principally due to its derivation of mall’s resolution, a vital space, definer element of shopping center’s character and identity. A proper proposal permits offering security, comfort, elaboration of shopping and permanence scenery and consumers fidelity. This paper primary presents the shopping center’s building various existent typologies, its classification and evolution. Afterwards, examines geometry’s important role in projects, under several aspects: 1) advisable malls and units dimensioning; 2) well-balanced organization and distribution of the attractions and units; 3) modular spaces proposals under asymmetric form in order to permit architectural flexibility, multiplicity of uses and organized enlargements; 4) purse form parking definitions; among others. Bringing together specialized opinions with field research, some national and international examples are analyzed, to illustrate the exposed point of view. Finally directions are presented, to stimulate the more interesting typology adoption toward creation of character and shopping center identity, in order to achieve all authors involved in the enterprise objectives and expectations.

A importância da geometria em projetos arquitetônicos de shopping centers se deve principalmente, dela derivar a resolução do mall, espaço vital, elemento definidor do caráter e identidade dos centros comerciais. Uma boa proposta permite a oferta de espaços com conforto, segurança, a elaboração do cenário de compras, permanência, e, a fidelização do consumidor. O texto apresenta primeiramente as diversas tipologias do edifício existentes, sua classificação e evolução. Em seguida examina o importante papel da geometria do projeto em alguns aspectos: 1) dimensionamento adequado das circulações e unidades; 2) organização e distribuição equilibrada das atrações e unidades; 3) proposição de conjuntos espaciais em módulos, de forma assimétrica, permitindo flexibilidade arquitetônica, multiplicidade de usos e ampliações organizadas; 4) definição dos estacionamentos em forma de bolsa; dentre outros. Unindo a opinião de especialistas à pesquisa de campo, exemplares nacionais e internacionais são analisados, de modo a ilustrar o ponto de vista exposto. Ao final, são apresentadas diretrizes para adoção da tipologia mais interessante na criação do caráter e identidade do centro comercial, visando atingir os objetivos e expectativas de todos atores envolvidos no empreendimento.