Private companies are great generator of richness and employmente. They also incorporate intangibles values such as the preservation of the environment the sustainable development, dignity of labor and the defense of the consumer. These are universal values and pressupose other interested publics engaged with the organization, such as consumers associations, labor’s union, labor’s entities, the NGO’s and the local communities. Theory of the stakeholders have contributed to understand that the corporate social development is given by the organization success in attending the demand of multiples publics, such as: consumers, suppliers, investors, shareholders, workers, government and society. Due to the impact caused by the Real Estate sector in society, the objective of this paper is to analyze the social corporative responsibility of the organizations that play in this sector, based on a model of total responsibility of Archie Carrol, which includes the economic responsibility, legal, ethical and discretionary. Based on secondary data, the study showed that the majority of the companies do not attend to the four levels of social corporative responsibility, needed to survive in the long term. They necessarily have to change to adapt themselves to the business environment of the future

O conceito de empresa como principal geradora de riqueza para a sociedade pode estender-se além da maximização do lucro e da geração de empregos, para incorporar valores intangíveis como a preservação do meio ambiente, desenvolvimento sustentável, dignidade do trabalhador e defesa do consumidor. Estes valores, de caráter universal, pressupõem a existência de partes interessadas nas atividades da empresa, como as associações de consumidores, os sindicatos, as entidades de classe, as organizações não governamentais e a comunidade local. Para isso tem contribuído a teoria dos stakeholders, segundo a qual o desempenho social corporativo é determinado pelo sucesso obtido pela organização em atender às demandas de múltiplos públicos, tais como consumidores, fornecedores, investidores e acionistas, empregados, governo e sociedade. Em virtude do impacto causado pelo setor imobiliário na sociedade, o objetivo deste trabalho é analisar a responsabilidade social corporativa das organizações que atuam neste setor, com base no modelo de responsabilidade total de Archie Carrol, que inclui as responsabilidades econômicas, legais, éticas e discricionárias. Com base na análise de dados secundários, o estudo revelou que a maioria das empresas não atende aos quatro níveis de responsabilidade social corporativa, necessários à sua sobrevivência no longo prazo, necessitando desenvolver ações no sentido de se adequar às atuais exigências do macroambiente de negócios.