Nowadays, in Brazil, there are some new associations between the public and the private sectors as an alternative to supply part of the necessary resources to public infrastructure projects. Among these initiatives, public-private partnership contracts for wastewater treatment services are of special importance as a means to share risks and fund the necessary investments to minimize environmental impacts and reach universalization of services. It is natural, and desirable, that all stakeholders understand the project risks, which implies the study of possible impacts on the investment performance indicators. In this context, the present paper intends: [i] to identify the potential risk events that can affect the project performance; [ii] to analyze risks qualitatively, evaluating their impacts and probabilities; [iii] to show the rating of risk factors, whose result is in the characterization of the priority risks of the project; and [iv] to analyze quantitatively the impacts of priority risk factors on performance indicators. For this purpose, the studies developed by Real Estate Research Group of USP Polytechnic School, the guidelines of PMBOK – Project Management Body of Knowledge, and the Brazilian legislation will be used.

É patente o surgimento, no âmbito nacional, de novas associações entre os setores público e privado, desenvolvidas como alternativa para suprir parte dos recursos necessários para a implantação dos projetos de infra-estrutura pública. Destas, destacam-se os contratos de parceria público-privada na implantação de estações de tratamento de esgotos como uma tipologia contratual capaz de compartilhar os riscos e prover os investimentos necessários para minimizar os impactos ambientais e atingir a universalização dos serviços. É natural, e mesmo desejável, que todos os agentes envolvidos realizem uma leitura dos riscos presentes nestes empreendimentos, traduzindo-se no estudo dos possíveis impactos nos indicadores de qualidade dos investimentos neles aportados. Neste contexto, o presente trabalho busca: [i] identificar os eventos potenciais de riscos que podem afetar negativamente o desempenho do projeto; [ii] analisar qualitativamente os riscos identificados, avaliando-se os impactos e as probabilidades de suas ocorrências; [iii] apresentar uma matriz contendo a classificação dos fatores de risco, cujo resultado está na caracterização dos riscos prioritários do projeto; [iv] analisar quantitativamente os impactos nos indicadores de qualidade provocados pelos efeitos dos fatores de riscos prioritários. Para tanto, serão utilizados os estudos desenvolvidos pelo Grupo de Pesquisa em Real Estate da Escola Politécnica da USP, as orientações do PMBOK –- Project Management Body of Knowledge e a legislação pertinente ao tema.