This paper analyses the impacts of reducing real interest rates of Brazilian Government bonds on value and liquidity of “fundos imobiliarios” traded in BOVESPA (publicly traded real estate mutual funds) that were offered to small and medium investors, in order to identify if there is any change in their risk perception. Besides, it recognized differences on investors’ behavior in comparison with the paper issued in early 2005, when values of mutual funds’ shares were influenced by dividend yield. The main conclusions are: [i] investors have recognized “fundos imobiliarios” as an attractive investment since first quarter of 2006; [ii] such recognition have caused an increase in shares’ values, mainly in the most liquid; [iii] the investor’s search for shares have not increased their liquidity in general.

O artigo analisa os impactos da redução das taxas de juros reais praticadas pelo Governo Federal no valor e na liquidez das quotas dos fundos imobiliários que foram ofertados a investidores de pequeno e médio porte e são negociadas na BOVESPA, buscando identificar se houve mudança da percepção de risco de tal veículo de investimento. Além disso, busca-se reconhecer alguma alteração do comportamento dos investidores constatado em artigo publicado no primeiro semestre de 2005, no qual os valores de transação das quotas são influenciados pela relação entre o rendimento mensal distribuído e o valor de mercado das quotas. Os resultados obtidos são de que: [i] os investidores passaram a reconhecer os fundos imobiliários como alternativa atraente para aplicação de seus recursos a partir do primeiro trimestre de 2006; [ii] tal reconhecimento acarretou numa valorização das quotas transacionadas na BOVESPA, sendo que os fundos imobiliários com maior liquidez de suas quotas são os que mais valorizaram nos últimos anos; [iii] comprova-se que a procura por quotas não tem provocado um aumento na liquidez das quotas em geral.