Three factors are articulated for the realization of a real estate development: land, capital and labor, through the construction of condominium buildings for total or partial disposal. The activity is regulated by Law No. 4591/64 and orders the development of the sector that represents a significant percentage of the country's GDP. The real estate deficit in 2015 was over 6 million homes. In contrast, in 2018, there were more than 118 thousand units in the country. Based on the undisputed importance of the real estate sector to the economy and the high indices of housing deficit of the country, considering the current panorama of political and economic instability, this study is justified. Its purpose is to encourage the real estate development market to study its target audience, not only as a way to obtain sales indices according to financial planning, in order not to impact the cash flow of the business, but as a way to develop products more suitable, that promote liquidity in function of its assertiveness. The quest for improving the quality of enterprises tends to boost the development of the economy, which means better use of resources, incentives for production and greater job creation. The assertiveness, however, will only occur with the science of the study of the housing demand, the needs of the target public and especially of their tendencies of modification, considering the considerable period necessary for the development of the incorporation from the definition of the product to the occupation of the units real estate.

Três fatores são articulados para realização de uma incorporação imobiliária: terra, capital e trabalho, através da construção de edificações destinadas a uso condominial para sua alienação total ou parcial. A atividade é regulamentada pela Lei n° 4591/64 e ordena o desenvolvimento do setor que representa um percentual importante do PIB do país. O déficit imobiliário, em 2015, era de demais de 6 milhões de moradias. Em contrapartida, em 2018, havia estoque de mais de 118 mil unidades no país. Com base na importância indiscutível do setor imobiliário para a economia e dos altos índices de déficit habitacional do país, tendo em vista o panorama atual de instabilidade política e econômica, justifica-se este estudo. O objetivo é incentivar o mercado da incorporação imobiliária a estudar seu público-alvo, não somente como forma de obter os índices de venda conforme o planejamento financeiro, de modo a não impactar no fluxo de caixa do negócio, e sim como forma de desenvolver produtos mais adequados, que promovam a liquidez em função de sua assertividade. A busca da melhoria da qualidade dos empreendimentos tendem a impulsionar o desenvolvimento da economia, o que representa melhor aproveitamento dos recursos, incentivo à produção e maior geração de empregos. A assertividade, entretanto, só irá ocorrer com a ciência do estudo da demanda habitacional, das necessidades do público-alvo e principalmente de suas tendências de modificação, considerando o considerável período necessário para desenvolvimento da incorporação desde a definição do produto até a ocupação das unidades imobiliárias.