The competition between the means of accommodation is high, with full constant search for quality in order to offer a differentiated service and superior quality to win the guest in terms of quality visual appearance, marketing, service, repair and maintenance, always with a lower price. Based on this fact, this article aims to determine the average cost of major building maintenance services in resort hotels. Thus, we carried out a qualitative analysis of key services, building maintenance and the number of quantitative effects and their financial costs. A case study was conducted in a hotel with 14 buildings and 35,227.00 square meters. We selected the main service for further investigation. Services were chosen according to their incidence and degree of importance in the care of the guests. The analysis of the maintenance building was performed by determining its average costs, the cost per square feet of construction, the percentage cost of maintenance in relation to the cost of construction of the building and the total cost of each service. We also performed the analysis of the maintenance cycle in relation to the incidence of time and cost versus services versus time. The study was conducted over a period of five years, with the highest incidence occurred in the maintenance servicing of elements and components such as shutters and locks, repair services on-site electric, water and telephone, renewal of painting services carpentry and mason. Through this study it was possible to establish an average cost for each maintenance service and the estimated probable year of occurrence. The hydraulic maintenance service was most frequent in all years of the study, accounting for 32.66% of maintenance. It is estimated that over 16 years of establishment of the enterprise, the "general services and Mason" was the most expensive, with an average cost for maintenance of approximately R $ 368.32.

A concorrência existente entre os meios de hospedagem é elevada, com a busca constante da qualidade plena, com o intuito de oferecer um serviço diferenciado e de qualidade superior, para conquistar o hóspede em termos de qualidade, aspecto visual, marketing, serviços, conservação e manutenção, sempre com um menor preço. Com base neste fato, este artigo tem como objetivo determinar o custo médio dos principais serviços de manutenção predial em hotéis resorts. Desta forma, foram realizadas a análise qualitativa dos principais serviços, de manutenção predial e a quantitativa do número de incidências e seus respectivos custos financeiros. Um estudo de caso foi realizado em um hotel com 14 edifícios e 35.227,00 m2. Foram selecionados os principais serviços de manutenção para uma investigação mais profunda. Os serviços foram escolhidos de acordo com sua incidência e grau de importância no atendimento dos hóspedes. A análise dos serviços de manutenção predial foi feita através da determinação dos seus custos médios, o custo por m2 de construção, o custo percentual da manutenção em relação ao custo de construção da edificação e o custo total de cada serviço. Foi realizada também a análise do ciclo da manutenção em relação à incidência de serviços versus tempo e custo versus tempo. O estudo foi realizado durante um período de 5 anos, sendo que a maior incidência de manutenção ocorreu nos serviços de manutenção de elementos e componentes, como persianas e fechaduras, serviços de reparo nas instalações elétrica, hidráulica e telefonia, renovação de pintura, serviços de marcenaria e de pedreiro. Através deste estudo foi possível estabelecer um custo médio para cada serviço de manutenção e a estimativa do seu ano provável de ocorrência. O serviço de manutenção hidráulica foi o de maior ocorrência em todos os anos do estudo, correspondendo a 32,66% das manutenções. Estima-se que aolongo de 16 anos de criação do empreendimento, os “serviços gerais e pedreiro” foi o mais oneroso, comum custo médio por manutenção de aproximadamente R$ 368,32.