A part of international literature emphasizes option of accounting choices, those choices that are often used by agents in a timely manner. This paper deals with accounting choices in companies with investment properties in Brazil because of accounting standards (CPC 28, corresponding to IAS 40) permits the measurement of investment properties by historical cost or fair value. The purpose is to evidence the factors that may have influenced the manager to choose the measurement criterion, like factors associated with leverage, the political cost, the degree of ownership concentration, the relevance of information and aversion to change by the manager. Sample is represented by Brazilian companies publicly traded over 75% of its assets consist of investment property. The analysis was based on descriptive statistics because the number of firms in the sample, allowing the validation part of the hypotheses of timely accounting choices in companies with investment properties in Brazil. Seeking to explain some possible factors that lead to the adoption of fair value or historical cost in investment properties.

Parte da literatura internacional contábil enfatiza opção de escolhas contábeis, escolhas essas que muitas vezes são usadas de forma oportuna pelos agentes. O presente trabalho trata das escolhas contábeis nas empresas com propriedades para investimentos no Brasil. A escolha do tema é pelo fato das normas contábeis (CPC 28, correspondente ao IAS 40) permitirem a mensuração das propriedades de investimento ou por custo histórico ou por valor justo. O objetivo foi evidenciar os fatores que possam ter influenciado o gestor a escolher o critério de mensuração, os fatores estão associados ao grau de alavancagem, ao custo político, ao grau de concentração acionária, a relevância da informação e a aversão a mudanças por parte do gestor. A amostra é representada por empresas brasileiras de capital aberto com mais de 75% de seu ativo composto por propriedade para investimento. A análise baseou-se em estatística descritiva devido ao número reduzido de empresas na amostra e permite a validação de parte das hipóteses de escolhas contábeis oportunas nas empresas com propriedades para investimento no Brasil. O trabalho busca explicar alguns possíveis fatores que levam a adoção do valor justo ou do custo histórico nas propriedades para investimento.