This paper focuses on the study of viability of implementing a social interest enterprise of the Minha Casa Minha Vida - PMCMV, zone 1 (0-3 minimum wages). Through an exploratory case study, it is proposed to assess the viability of deploying 233 housing units in the city of Gurupi-TO, which according to the Municipal Department of Housing in 2013, there is a demand for 9,427 housing units to meet the families enrolled. To test the viability of the technical and economic-financial business view, were developed projections and surveys based on the requirements specified, in which were developed architectural design (floor plan), three-dimensional model and a survey of urban conditions surrounding the project with a focus in care of the families that inhabit the housing complex, as the infrastructure, community members and businesses. Starting from a reference scenario SINAPI (2013) (National System of Costs Survey and Indexes of Construction) was held a financial structure with the preparation of estimated budget, physical and financial schedule and projected cash flow supporting the realization of the calculations of the indicators VPL and TIR. For the development of architectural design was used the tool AutoCAD 2007 and for the three-dimensional model, the Sketchup 2013. After analyzing the results the project was favorable to the reference scenario as far as the technical aspects regarding the economic and financial ones. However, varying the cost of the work was noticed the strong influence of these financial results for the venture, which proved to be viable in the interval of variation in the increased costs of up to 10%, but after this interval was evident the inviability of the business. Through the results obtained are expected to provide support to entrepreneurs in developing and implementing projects in this zone from PMCMV.

O presente trabalho tem foco no estudo de viabilidade da implantação de um empreendimento de interesse social do Programa Minha Casa Minha Vida - PMCMV, faixa 1 (0 a 3 salários mínimos). Por meio de um estudo de caso exploratório, foi avaliada a viabilidade da implantação de 233 unidades habitacionais, na cidade de Gurupi-TO, onde segundo dados da Secretaria de Habitação Municipal de 2013, existe uma demanda por 9.427 unidades habitacionais para o atendimento das famílias cadastradas. Para testar a viabilidade do negócio do ponto de vista técnico e econômico-financeiro, foram elaborados projeções e levantamentos com base nos requisitos exigidos no PMCMV, onde foi desenvolvido projeto arquitetônico (planta baixa), modelo tridimensional e levantamento das condições urbanísticas do entorno do empreendimento com foco no atendimento das famílias que habitarão o conjunto habitacional, quanto à infraestrutura, elementos comunitários e comércios. Partindo de um cenário referencial SINAPI (2013) (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil) realizou-se uma estruturação financeira com a elaboração de orçamento estimativo, cronograma físico-financeiro e fluxo de caixa projetado dando suporte à realização dos cálculos dos indicadores VPL e TIR. Para o desenvolvimento do projeto arquitetônico foi utilizado a ferramenta AutoCAD 2007 e para o modelo tridimensional o Sketchup 2013. Após análise dos resultados o empreendimento mostrou-se favorável para o cenário referencial, tanto quanto aos aspectos técnicos quanto aos econômico-financeiros. Entretanto, variando os custos da obra notou-se a forte influência destes para os resultados financeiros do empreendimento, que se mostrou viável no intervalo da variação no aumento dos custos de até 10%, porém após esse intervalo ficou evidenciada a inviabilidade do negócio. Por meio dos resultados obtidos espera-se fornecer subsídios aos empreendedores na elaboração e execução de projetos nessa faixa do PMCMV.