Keywords Abstract
Ponchio, Caoní Farias, Cláudio Tavares de Alencar, and João da Rocha Lima, Jr. "A falta de investimentos, os entraves e o despreparo do Setor Público para modelar e estruturar Parcerias Público Privadas no setor de mobilidade urbana." In 14ª Conferência Internacional da LARES. The lack of investments, the obstacles and unpreparedness of the Public Sector for modeling and structuring Public Private Partnerships in urban mobility sector. Rio de Janeiro, 2014. Brasil; Brazil; Investimentos; Investments; Mobilidade Urbana; Parceria Público Privada; Public Private Partnership; Public Sector; Setor Público; Urban Mobility

Esse ano se comemora 10 anos da Lei 11.079, a Lei Federal das Parcerias Público Privadas, e faz-se oportuno apontar um conjunto de medidas voltadas a permitir a melhor utilização desse instrumento.

Talvez impulsionado pela onda de entusiasmo gerado pela realização de eventos importantes no Brasil, como a Copa do mundo e Olimpíadas, também catalisadas pelas grandes manifestações públicas clamando por investimentos, tem-se noticiado um aumento considerável no número de editais voltados a mobilizar recursos para investimento em mobilidade urbana, por meio de PPPs.

Entretanto, essa onda de investimentos, não se faz na velocidade desejada e muitos se perguntam: por que as PPPs não avançam? Por que é tão difícil licitá-las? Por que muitas licitações acabam sem interessados? Por que a União, Estados e Municípios pecam tanto, colocam e recolocam licitações no ar, fazem e refazem projetos e sempre sob a intensa crítica da iniciativa privada? Vide os atrasos em mobilidade urbana nas cidades sede da Copa. O fato é que passados 10 anos da criação da Lei, já passamos do momento de aprendizado e agora, o desafio é consolidar as PPPs.

Posto isso e a partir de uma análise usando estudos de casos, pesquisa na bibliografia especializada do setor e baseado nos processos atuais de estruturação de projetos pelo Setor Público, este artigo objetiva elencar e criticar os principais entraves e inflexibilidades que oneram e atrasam os projetos de PPPs, sugerindo medidas que permitam acelerar a infraestrutura de mobilidade urbana no país.

Dentre as principais conclusões deste artigo, quando se estuda investimentos de infraestrutura de longo prazo, o setor público é caracterizado pela falta de áreas especializadas, deficiência nos processos de planejamento e faz-se necessária melhoria no regime e nos processos de contratação, além de maior segurança jurídica e fiscal. Não obstante, sobram mecanismos de controle excessivamente burocráticos, assim como baixa capacidade para prospectar, estruturar e elaborar projetos complexos, inovadores e de qualidade, bem como para gerir esse tipo de contrato.

Aguilar, Elson. "Análise de Risco e Tomada de Decisão na Construção de Empreendimentos Habitacionais." In 14ª Conferência Internacional da LARES. Risk Analysis and Decision Analysis on Housing Projects Construction. Rio de Janeiro, 2014. Análise de decisão; Análise de risco; construção; Construction; Decision Analysis; Risk Analysis Construir habitações de interesse social é atualmente oportunidade de negócio atraente para boa parte dos empresários do setor da construção civil no Brasil, incentivados pela política habitacional que visa entregar milhões de novas moradias em poucos anos. Os negócios podem ser ainda mais amplos que os de apenas construir as moradias, podem abranger a aquisição dos terrenos, a elaboração dos projetos de engenharia, a obtenção das licenças e aprovações em todos os órgãos públicos, a comercialização das unidades habitacionais, a construção das edificações e também a elaboração dos projetos e construção de toda a infraestrutura necessária para integração destas moradias às cidades, ou seja, incluir a construção das redes de água potável, esgoto, águas pluviais, gás, energia elétrica, iluminação pública, telefone, terraplenagem e pavimentação de ruas. Estes empreendimentos se caracterizam por serem de longo tempo de maturação com investimentos iniciais de grande porte, sendo considerados de elevado grau de risco por envolver muitas incertezas no momento da tomada de decisão de investir. Este trabalho apresenta metodologia para contribuir no processo decisório de investir neste tipo de oportunidade de negócio, através da identificação das incertezas e fatores de risco, da reflexão sobre os vários resultados que podem ocorrer e da análise das respectivas probabilidades e impactos, utiliza as atuais ferramentas de análise de risco e de análise de decisão, apresenta estudo de caso hipotético com correspondente análise de resultados, conclusões e recomendações.
Romanini, Anicoli, Marcele Salles Martins, Rodrigo Rintzel, José Américo, and Dal ́Conte Júnior. "Análise tipológica para implantação de habitações de interesse social, a partir da percepção dos futuros moradores." In 14ª Conferência Internacional da LARES. Typological analysis for implantation of social housing interest from the perception of future residents. Rio de Janeiro, 2014. casa isolada; detached; housing plan; housing typology; plano habitacional; tipologia habitacional

Na elaboração de planos habitacionais, é importante realizar uma análise tipológica, visto que este documento comparativo entre modalidades de agenciamento espacial destes conjuntos habitacionais pode servir como apoio para um melhor andamento do projeto (Koury, Bonduki e Manoel, 2003). Assim, é preciso buscar respaldo na realidade cotidiana e estabelecer comparações com um estudo de desenho urbano elaborado na mesma área de intervenção, para evitar um plano urbanístico-arquitetônico equivocado (Lima, 2009). Este trabalho objetiva apresentar as preferências tipológicas dos futuros moradores de um conjunto habitacional promovido pelo Grupo de Mulheres Unidos Venceremos no município de Passo Fundo/RS. O trabalho foi desenvolvido a partir da aplicação de um questionário, através de uma entrevista semi-estruturada por meio da técnica de Preferência Declarada (PD), com questões relacionadas ao bairro, à residência e às tipologias habitacionais. Foram entrevistadas 206 famílias candidatas a habitar o novo loteamento cujo plano habitacional será aplicado. A sistematização adotada foi apresentar aos entrevistados cartões ilustrativos representando casas isoladas, casas geminadas e casas de padrão diferenciado, dentre as opções os respondentes deveriam mencionar para cada imagem uma das três opções: ruim, bom e muito bom. Os resultados evidenciam uma preferência por casas padronizadas para o plano habitacional; sendo que ocorreu divergência significativa entre a avaliação acerca de residências com padrão diferenciado. Em relação à preferência por casas geminadas, houve significativa reprovação por parte das famílias entrevistadas. Tais resultados são importantes para garantir o sucesso do plano arquitetônico, pautado nos anseios das famílias participantes.

Jaco, Martin Andrés. Apresentação Martin Andrés Jaco In 14ª Conferência Internacional da LARES. SESSÃO PLENÁRIA 02 | O Segmento de Edifícios de Escritórios: A Urgência de Padronização de Informações e a Revisão Legal dos Contratos de Locação. Rio de Janeiro, 2014.
Martins, António Miguel, Ana Paula Serra, Francisco Vitorino Martins, and Simon Stevenson. "House Price Dynamics and Bank Herding: European Empirical Evidence." In 14ª Conferência Internacional da LARES. LARES. Rio de Janeiro, 2014. herding behavior; House Prices; mortgages; price bubble

This paper investigates the behavior of residential property and examines the linkages between house price dynamics and bank herding behavior. The analysis presents evidence that irrational behaviour may have played a significant role in several countries, including; United Kingdom, Spain, Denmark, Sweden and Ireland. In addition, we also provide evidence indicative of herding behaviour in the European residential mortgage loan market. Granger Causality tests indicate that non-fundamentally justified prices dynamics contributed to herding by lenders and that this behaviour was a response by the banks as a group to common information on residential property assets. In contrast, in Germany, Portugal and Austria, residential property prices were largely explained by fundamentals. Furthermore, these countries show no evidence of either irrational price bubbles or herd behaviour in the mortgage market. Granger Causality tests indicate that both variables are independent.

da Silva, Ronaldo Marques. "Importância da Tecnologia na Gestão Integrada de Trabalho (IWMS)." In 14ª Conferência Internacional da LARES. The power of true integration in workplace management solutions. Rio de Janeiro, 2014. facilidades; facility; FM; IWMS; projects; projetos; real estate; Sustentabilidade; Sustentability.

No mundo atual, cada vez mais instrumentado e interconectado, a distinção entre as infraestruturas físicas e os sistemas de TI, ambos necessários para as organizações, está progressivamente menos nítida. Antes, essas infraestruturas eram compostas de concreto, fios e aço, e os sistemas de TI, de bits, chips e largura de banda, hoje, no entanto, as infraestruturas físicas e digitais estão se integrando e se tornando uma infraestrutura global mais inteligente. Os sensores e sistemas conectados se combinam a análises avançadas para transformar os volumes de dados sem precedentes em insights e ações que tornam nossos sistemas, processos e infraestruturas mais eficientes, mais produtivos e mais responsivos. E à medida que as infraestruturas digitais e físicas continuam a convergir, esses executivos e gerentes responsáveis por imóveis e instalações se encontram em uma posição que lhes permite fornecer mais valor à sua organização através do aumento da eficácia operacional e do desempenho financeiro e ambiental. Os edifícios e locais de trabalho atuais são os principais geradores – e consumidores – de dados. Através da captura e análise desses dados, as organizações podem compreender melhor como obter eficácia operacional, capacidade acelerada para reagir a mudanças e maiores retornos de decisões relacionadas a imóveis. Insights e controle aprimorados podem criar impactos positivos em todos os aspectos do desempenho de imóveis, desde recursos contábeis de locação e projetos de capital à manutenção de instalações, utilização de espaço e consumo de energia. Este trabalho explica como um sistema desta natureza permite aumentar a visibilidade, o controle e a automação de um ambiente integrado de local de trabalho (IWMS).

Lage, Flávio Abdalla, Cláudio Tavares de Alencar, and João da Rocha- Junior. "INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES NO BRASIL: ASPECTOS QUE MOSTRAM A NECESSIDADE DE INVESTIMENTO PRIVADO NO PAÍS." In 14ª Conferência Internacional da LARES. TRANSPORT INFRASTRUCTURE IN BRAZIL: ASPECTS SHOWING THE NEED FOR PRIVATE INVESTMENT IN THE COUNTRY. Rio de Janeiro, 2014. BNDES; BOT projects; Concessões; Funding; Infraestrutura de transportes; public private partnerships; Transport infrastructure

Nas duas últimas décadas, os modelos e meios de investimentos em obras de infraestrutura de transportes no Brasil têm passado por um intenso processo de mudança e adaptação. O aperfeiçoamento e rigidez dos órgãos de controle, somados com a demanda crescente em níveis ótimos de infraestrutura em transporte exigidos pela indústria e sociedade civil, sugerem um quadro que coloca em cheque a capacidade do ente público em prover ao país investimentos suficientes para um cenário estimulante de mercado e próspero a sua população. Nesse ambiente conturbado, a privatização do setor transportes surge como uma tendência de mercado e possível solução a nova dinâmica do negócio. Sua inserção no Brasil deu-se no meio da década de 90, e atualmente abrange desde rodovias, passa por transportes municipais, portos e aeroportos no Brasil. Todavia, tais investimentos estão intimamente ligados ao financiamento de bancos públicos como o BNDES e Caixa Econômica Federal, bancos estes que já demonstram esgotamento de recursos. Sendo assim, é necessário que a iniciativa privada encontre meios de funding que suportem esses investimentos. Para isso primeiramente, é necessário reconhecer qual o tamanho de mercado que ofunding privado terá que absorver no país. Este artigo visa a partir do cenário atual da infraestrutura de transportes no Brasil, quantificar as demandas necessárias de investimentos em rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, reconhecer os limites de financiamento público para esse tipo de investimento, para então delimitar qual a dimensão de recursos de funding privado necessário ao setor nos próximos anos. Para tal, efetuou-se um levantamento sobre a infraestrutura nacional comparando-a com a de países com características similares a fim de quantificar a demanda de investimentos necessários ao Brasil. Relatórios de gastos anuais do governo fornecem a capacidade do ente público de investir e custos médios gerenciais reconhecidos pelo mercado informam o tamanho do mercado futuro. O presente artigo integra a pesquisa que embasará a dissertação de mestrado a ser apresentada no programa de Pós-Graduação de Engenharia Civil da Escola Politécnica da USP.

Menegotto, José Luis. "Integração de dados urbanos utilizando tecnologia BIM." In 14ª Conferência Internacional da LARES. Integration of urban data through BIM technology. Rio de Janeiro, 2014. Building Information Modeling; CAD-BIM; IFC

As técnicas utilizadas para conceber projetos arquitetônicos e urbanos, assim como os procedimentos de avaliação das hipóteses de projeto, estão sofrendo um processo de transformação ocasionado pela incorporação nos últimos anos da tecnologia BIM (Building Information Modeling). O presente artigo relata uma técnica programada especialmente para reformatar, parametrizar e transportar para um modelo BIM bases de informação de dados gráficos existentes. Os dados de entrada processados são arquivos de desenho DWG com as informações de contornos bidimensionais de projetos urbanísticos. A técnica desenvolvida visa modelar, parametrizar, classificar e transferir os dados bidimensionais existentes para massas tridimensionais que serão consolidadas em um modelo BIM com definição LoD 100. Posteriormente, as massas sofrem operações de segmentação horizontal com as que se obtêm com rapidez diversas métricas e comparações de hipóteses de projeto. As métricas podem ser configuradas para se obterem desde índices de ocupação até estimativas de custo de construção. Os dados obtidos permanecem no modelo BIM e em repositórios externos em formato XML, que podem ser utilizados por equipes de projetistas compostas por profissionais que utilizam sistema CAD tradicional trabalhando junto a projetistas com conhecimentos em plataformas BIM. A técnica proposta para a reformatação dos dados é pensada para facilitar o processo de mudança gradual, mas definitiva, de sistemas de produção de projetos baseados em CAD para sistema de produção baseados em BIM.

Mora, Maria J. C., João da Rocha Lima, Júnior, and Cláudio Tavares de Alencar. "METODOLOGIA PARA A CRIAÇÃO DE UM SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DE CONDOMÍNIOS LOGÍSTICOS NO BRASIL." In 14ª Conferência Internacional da LARES. METHODOLOGY FOR CREATION A CLASSIFICATIONS SYSTEM OF INDUSTRIAL SHED IN BRAZIL. Rio de Janeiro, 2014. Development; Galpões Logísticos; Industrial Sheds; qualificação da qualidade; Support Quality

A estabilidade econômica alcançada com o Plano Real gerou um crescimento no mercado industrial brasileiro partir do ano de 1994, quando a demanda por instalações industriais começou a ganhar espaço e ser impulsionada, tornando-se alvo de investimentos do mercado de Empreendimentos de Base imobiliária. Este é o início da exploração do nicho do mercado de real estate, no qual os desenvolvedores de projetos de Galpões Logísticos pretendem atender a demanda de empresas que buscam uma solução para suas operações dentro de instalações, localizadas em pontos estratégicos de escoamento, que lhes permitam alcançar eficiência com qualidade. Os investidores ou possível usuário de um condomínio logístico, devem olhar para as alternativas existentes, para escolher a que se enquadre nas exigências e rotinas do mercado e/ou nas suas necessidades. A partir das demandas existentes no setor de galpões industriais, o presente artigo, fundamentado nas publicações e critérios arbitrados no mercado e em publicações acadêmicas, traz um levantamento de atributos e a apresentação uma metodologia para a criação de um sistema de classificação de condomínios logísticos no Brasil. Sendo assim, foi sistematizado um processo para criação de uma metodologia com critérios que suportem as tomadas de decisões, mediante um rigoroso reconhecimento da qualidade, de maneira imparcial, encaixados nas políticas nacionais e mediante o desenvolvimento da técnica Delphi.

Lima, Flávia, and Gilson Lima. "Modelagem CUG coletiva: o princípio colaborativo como um caminho para estimativas de custos de obras precisas, ágeis e rastreáveis ainda nas fases iniciais do desenvolvimento dos projetos." In 14ª Conferência Internacional da LARES. CUG collective modeling: collaborative principle as a way to cost estimating accurate, agile and traceable still in the early design. Rio de Janeiro, 2014. colaboração; coletivo; Collaboration; collective; cost estimating; CUG; Early Design; estimativa de custo; estudo preliminar

Os custos finais de execução de um produto são fortemente comprometidos ainda nas primeiras fases do projeto. A modelagem CUG (Custo Unitário Geométrico) é uma metodologia baseada no tratamento estatístico de experiências prévias, desenvolvida especificamente para a fase inicial do desenvolvimento de produtos imobiliários. As estimativas de custo por meio de um modelo CUG são precisas, ágeis e rastreáveis, entregando para o incorporador redução de risco, competitividade e poder de ação sobre o projeto na busca de uma solução que otimize a relação custo de execução / preço de venda.

A dificuldade para colocar essa metodologia em prática é a quantidade de projetos de referência necessários para garantir o pressuposto básico de não micronumerosidade do modelo, que é função da quantidade de variáveis explicativas adotadas. Tal exigência acaba por restringir a capacidade de desenvolver modelos desse tipo às grandes incorporadoras. Uma alternativa, porém, é a colaboração entre diversas incorporadoras para o desenvolvimento de um modelo coletivo. O crowdsourcing é um modelo de produção baseado na colaboração que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos para resolver problemas, criar conteúdo, desenvolver tecnologia ou gerar fluxo de informação. Trata-se de uma nova e crescente ferramenta para a inovação que tem potencial para resolver o problema crônico da baixa precisão nas estimativas de custos preliminares de produtos imobiliários.

Nesse artigo apresentaremos a metodologia CUG e sua aplicabilidade na incorporação imobiliária com foco na rastreabilidade e no consequente poder de ação sobre os projetos. O princípio colaborativo também será apresentado como solução para o desenvolvimento de modelos capazes de incluir nas estimativas os custos resultantes de demandas recentes, como a nova norma de desempenho e as certificações ambientais.

da Cruz, Rafael Barreto Castelo. "Modelo de Decisão Multicritério para apoio às tomadas de decisão na Compra de Terrenos." In 14ª Conferência Internacional da LARES. Model of Multiple Criteria Decision to support decision making in the Purchase of Land. Rio de Janeiro, 2014. AHP; Decision Making; landbank; real estate; Terrenos; tomada de decisão

Atualmente, a maioria das decisões para compra de terrenos e aporte em negócios imobiliários são baseadas, geralmente, em critérios microeconômicos arbitrários e estimativas fundamentadas na avaliação de incorporadores mais experientes. Os profissionais tomam decisões, quase que exclusivamente, baseadas em fluxos de caixa, negligenciando, muitas vezes, outros critérios de forma integrada e inter-relacionada. Além destes, a escassez de terrenos disponíveis tornam o cenário de real estate mais competitivo e dinâmico, onde as decisões racionais podem contribuir com a sobrevivência e perpetuidade dos investimentos. Dentro deste panorama, para que o processo decisório não se torne intuitivo; e com isto, as tomadas de decisão nem sempre uniformes, esta análise pode ser feita através de métodos quantitativos. Entre os métodos quantitativos desenvolvidos e utilizados na área das “ciências de decisões”, tem-se os Modelos de Decisão Multicritério. Entre eles, pode-se citar o AHP – Analytic Hierarchy Process, o qual é um modelo bastante didático e simples de ser aplicado. Portanto, este trabalho propõe o uso do AHP para a contexto de real estate através de um problema prático. Este problema envolve a seleção de um terreno específico entre as diversas alternativas disponíveis.

da Rocha Lima, Jr., João. "MOVIMENTOS DE PREÇOS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS NO BRASIL: CRÔNICA DA BOLHA ANUNCIADA E OS PREÇOS ADIANTE." In 14ª Conferência Internacional da LARES. LARES. Rio de Janeiro, 2014.

O artigo faz uma verificação de como ocorreram os movimentos de preços no mercado residencial brasileiro desde jan-2005, para identificar: i. que a leitura dos valores dos índices Ivg-r e Fipe-Zap, que capturam movimentos em BRL nominais, quando feita contra índices gerais de preços, leva a conclusões inadequadas, podendo induzir que os preços tem estado fora do preço justo e reverterão adiante e ii. que a leitura adequada dos mesmo índices contra deflatores de custos dos empreendimentos (terreno+outorga+edificação) mostra que ocorreu um pico de preços em mar-2011 que em dez-2013 já estava praticamente revertido. Reconhecendo que preços desequilibrados não acontecem em todo o mercado nacional, mas em vizinhanças específicas, desagregando o Fipe-Zap e retirando dele o viés para o Ivg-r, identifica-se que grandes cidades estão em baixa e já passaram por recentes picos de preços, sob curvas muito diferenciadas. Usando de um protótipo de empreendimento residencial na cidade de São Paulo, é possível fazer uma análise de como os fatores de custo podem provocar aumentos ou decréscimos de preços para avaliar hipóteses de comportamento de mercado no médio prazo, adiante.

Cavalcante, Thomas, and Daniel Falcão. "O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO DE UM EMPREENDIMENTO DENTRO DO PMCMV, FAIXA 1, EM GURUPI-TO." In 14ª Conferência Internacional da LARES. LARES. Rio de Janeiro, 2014. Feasibility indicators (VPL and TIR); Indicadores de Viabilidade (VPL e TIR); PMCMV; riscos e desafios; risks and challenges

O presente trabalho tem foco no estudo de viabilidade da implantação de um empreendimento de interesse social do Programa Minha Casa Minha Vida - PMCMV, faixa 1 (0 a 3 salários mínimos). Por meio de um estudo de caso exploratório, foi avaliada a viabilidade da implantação de 233 unidades habitacionais, na cidade de Gurupi-TO, onde segundo dados da Secretaria de Habitação Municipal de 2013, existe uma demanda por 9.427 unidades habitacionais para o atendimento das famílias cadastradas. Para testar a viabilidade do negócio do ponto de vista técnico e econômico-financeiro, foram elaborados projeções e levantamentos com base nos requisitos exigidos no PMCMV, onde foi desenvolvido projeto arquitetônico (planta baixa), modelo tridimensional e levantamento das condições urbanísticas do entorno do empreendimento com foco no atendimento das famílias que habitarão o conjunto habitacional, quanto à infraestrutura, elementos comunitários e comércios. Partindo de um cenário referencial SINAPI (2013) (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil) realizou-se uma estruturação financeira com a elaboração de orçamento estimativo, cronograma físico-financeiro e fluxo de caixa projetado dando suporte à realização dos cálculos dos indicadores VPL e TIR. Para o desenvolvimento do projeto arquitetônico foi utilizado a ferramenta AutoCAD 2007 e para o modelo tridimensional o Sketchup 2013. Após análise dos resultados o empreendimento mostrou-se favorável para o cenário referencial, tanto quanto aos aspectos técnicos quanto aos econômico-financeiros. Entretanto, variando os custos da obra notou-se a forte influência destes para os resultados financeiros do empreendimento, que se mostrou viável no intervalo da variação no aumento dos custos de até 10%, porém após esse intervalo ficou evidenciada a inviabilidade do negócio. Por meio dos resultados obtidos espera-se fornecer subsídios aos empreendedores na elaboração e execução de projetos nessa faixa do PMCMV.

Neves, Mauricio Bertoldi S., and João da Rocha Lima, Jr. "Procurement: os diferentes modelos de estruturação em empresas de real estate." In 14ª Conferência Internacional da LARES. Procurement: the different models of organization in real estate companies. Rio de Janeiro, 2014. Construção Civil; Construction; estruturação; Organization; Procurement; real estate

Percebe-se no mercado brasileiro que a área de suprimentos – Procurement - nas empresas do segmento de real estate se apresenta, tanto em termos de estrutura quanto em procedimentos, de diferentes formas. É possível observar estruturas centralizadas responsáveis por toda a gestão na companhia, enquanto há outras em que as obras são autônomas com suporte corporativo. Para cada estrutura, os procedimentos de atuação das áreas diferem, objetivando satisfazer as premissas gerenciais de cada companhia. A análise do espectro existente resulta em razoável incerteza para se afirmar quais práticas são mais eficazes em termos de desempenho e geração de resultado. Enquanto estruturas mais centralizadas conduzem para menos autonomia para as obras com sistemas corporativos mais robustos, estruturas autônomas possibilitam maior agilidade e rapidez nas tomadas de decisão. Este artigo discute os riscos e oportunidades de cada vertente na estruturação do sistema de suprimentos das empresas de real estate. Com este objetivo serão identificados os principais fatores que influenciam a escolha por uma das vertentes estruturais e os vieses que cada modelo pode acarretar, avaliando os conflitos e riscos e como superar ou compensá-los.

de La Paz, Paloma Taltavull, and Michael White. "The Sources of House Price Change: Identifying Liquidity Shocks to the Housing Market." In 14ª Conferência Internacional da LARES. LARES. Rio de Janeiro, 2014. credit channel; House Prices; Liquidity; money supply; Mortgage Finance

In a previous paper (Taltavull and White, 2012) we analysed the role of money supply, migration and mortgage finance in house price evolution. Using a VECM framework we examined these variables together with income, inflation, and interest rates for both Spain and the UK. The results indicated an important role for income, mortgages and migration in UK house price movements, more so than in Spain. Financial deregulation, and increasing monetary integration have been the background against which flows of liquidity have increased. Increasing interbank flows have also linked markets in different countries providing increased liquidity that can impact the mortgage market. Traditionally, monetary policy used interest rate changes to affect GDP. However this policy tool impacts asymmetrically in Eurozone economies and is generally constrained by the highly internationally interconnected money market. In this paper we build upon our previous work and focus on the role that changes in liquidity have played in the evolution of house prices. In doing this we identify the main channels of transmission affecting the housing market. In addition we also consider how the housing market, being impacted by increased liquidity can also feedback to aggregate money supply. The models tested examine Spain and the UK and identify short run and permanent effects in the relationship between liquidity and house prices.

de Britto, Daniel Pitelli, Eliane Monetti, and João da Rocha Lima, Jr. "Um Novo Método para Avaliar Empresas de Real Estate." In 14ª Conferência Internacional da LARES. A New Way to Identify the Value of Real Estate Companies. Rio de Janeiro, 2014. ativos intangíveis; avaliação de empresas; intangible assets; real estate; Valuation

Há uma discussão crescente sobre o fair value de empresas de Real Estate de capital aberto devido a dois fatores: a volatilidade apresentada desde a onda de abertura de capital e a queda nos preços das ações. É sabido que os modelos tradicionais de valuation não são adequados para avaliar alguns tipos de ativos como os cíclicos, caso do setor de real estate. Este artigo identifica uma forma alternativa de avaliar essa tipologia de empresa através dos reais indutores de valor que são os ativos intangíveis como modelo de negócios eknow how. Através de uma pesquisa bibliográfica e a análise dos prospectos de abertura de capital foi proposto um modelo que identifica e mede os ativos de empresas de real estate através de quatro dimensões: capital de propriedade, capital humano, capital de mercado e capital relacional.

Bond, Sandy, and Sofia Dermisi. "Using GIS to Measure the Impact of the Canterbury earthquakes on House Prices in Christchurch, NZ." In 14ª Conferência Internacional da LARES. LARES. Rio de Janeiro, 2014. Earthquakes; GIS; House Prices; Risk Perception; stigma

The Christchurch area in New Zealand (NZ) experienced two significant earthquakes on September 4th, 2010 (7.1R) and February 22nd, 2011 (6.3R) with a devastating impact to both houses and land. Negative media attention to the potential financial risks of living near or on the new Technical Category 3 (TC3) land or on land in a flood zone has fuelled the perception of uncertainty over the negative property value impacts. However, the extent to which such attitudes are reflected in lower property values affected by these land categories is controversial.

This paper outlines research to identify attitude changes based on the sale price patterns as well as the relationship between sale prices and house characteristics before and after both of the earthquakes. We take a three-step approach by applying: a) an average trend analysis, b) GIS hot-spot analysis to identify possible spatial differentiations between the before and after effects of the earthquakes and, c) hedonic modeling to quantify the effect of house characteristics on sale price while controlling for and comparing, three land zones (TC1 to TC3).

The data suggests that average sale prices increased after both quakes in TC1 and TC2 rather than TC3 zones. GIS hot-spot results on house valuations provide evidence of limited differentiations after the two earthquakes compared to the before trends for Christchurch. In contrast, differentiations exist after the second earthquake in Selwyn for one of the TC1 zones as well as for a TC2 zone of the Waimakariri district after both earthquakes. The econometric modeling suggests that higher sale prices are achieved by: newer houses across all land zones and more recent sale agreements only in TC1 and TC2 zones. Other observations include the negative effect of exterior façade material such as fibrolite on sale prices on the overall dataset as well as the individual TC1 and TC3 zone, while mixture and roughcast have a positive effect. The roofing materials explored tend to have a diverse rather than a homogenous effect on sale prices. In conclusion, the results suggest that although caution might exist for the TC3 zone the quality of the house can overcome the media stigma attached to the TC3 zones.