This article aims to analyze the way in which developers and investors from Goiás assess and take their decisions concerning the approval in real estate ventures; regarding the quality of the instrumental and also the indicators evaluated.

Applying the methodology of multiple case study, it was made a short survey of the characteristics of the decision-makers responsible for the choice of the new projects in the interviewed companies. Subsequently it delved in the discussion about which informations are used to make the decision and how these are drawn up and analyzed. During this moment it was also verified the homogeneity in the behavior of the entrepreneurs and investors to understand the synergy established between the two groups. After this investigation, it was possible to identify the points where these behaviors diverge; for example, in the depth of the analyses made by each group, in the profile of the decision-teams, in the tools used, in the indicators they applied and in the perception of the real estate risk. Also, it was identified situations that favor or do not favor the establishment of this partnership and seen that frictions points still exist. Finally, it was made clear that the market is in evolution and in a maturing process, making the analysis more consistent and detailed, separating in a clearer way the function of each player and improving the quality of the assumptions.

In conclusion, this paper aims to serve as a diagnostic about the way in which ventures are chosen in the“goiano” market, under the funding perspective.

A análise e seleção de empreendimentos imobiliários são atividades diretamente ligadas a composição das carteiras de empreendedores e investidores. Portanto, possuem uma conexão intrínseca com sucesso das empresas no setor, haja vista que essa decisão norteará grande parte das definições posteriores. Levando em consideração a relevância dessas atividades esse artigo se propôs a avaliar a maneira como os empreendedores e investidores do mercado goiano analisam e tomam as suas decisões relativas à aceitação de um empreendimento imobiliário, seja quanto a qualidade do instrumental empregado, seja quanto aos indicadores avaliados.

Por meio da aplicação de estudo de casos múltiplos foi realizado um breve levantamento das características dos decisores responsáveis pela escolha de novos projetos dentro das empresas avaliadas. Posteriormente mergulhou-se na discussão sobre quais são as informações utilizadas para a decisão, como são elaboradas e como são analisadas. Aproveitou-se esse momento para verificar a homogeneidade do comportamento de empreendedores e investidores e entender a sinergia estabelecida entre os dois grupos. Após esta investigação foi possível identificar pontos onde esses comportamentos divergem, como na profundidade das análises realizadas por cada grupo, no perfil das equipes decisoras, no ferramental empregado, nos indicadores analisados e na percepção do risco imobiliário. Também foi possível analisar as situações que favorecem ou não o estabelecimento dessa parceria e perceber que ainda existem pontos de atrito. Ficou explícito, por fim, que o mercado se encontra em evolução e num processo de amadurecimento realizando análises mais consistentes e detalhadas, separando de maneira mais clara os papeis a serem desempenhados e, principalmente, aumentando a qualidade das premissas empregadas.

Após essa explanação conclui-se que este trabalho serve como um diagnóstico da forma como os empreendimentos são selecionados dentro mercado imobiliário goiano, sob a ótica do estabelecimento de parcerias para funding.