The expansion of various economic sectors in the city of São Paulo, from the early 1990, in particular due the Upper Tertiary sector, it induced the occurrence of urban transformations. Public policies has been develop by the Planning Department to adapt the city to the new realities dictated by the reproduction of urban space. Traditional residential neighborhoods, subsequently not occupied urban areas, and old industrial sites became scene by the urban transformations under way, with large real estate activity, becoming this region into a dynamic business center, with the growthing of the economy. The most affected areas are located along the Tietê and Pinheiros Rivers and railway verges, interesting in this work, the areas corresponding to districts at the object of the Água Espraiada Urban Project, mainly along the Eng. Luis Carlos Berrini and Chucre Zaidan avenues, region where they created a dynamic business center. In this work, it is studied the process of urban transformation occurred in this region. Throughout the work, it is analyzed the gentrification phenomenon and the public actions to relocating underserved populations of areas affected by urbanization, considering, in particular, three proposed by distinct measures, first, to provide social housing outside the perimeter object for urban renewal, mere financial compensation to families affected and, recently, the provide social housing inside the perimeter under urban process.

A grande expansão de vários setores econômicos na cidade de São Paulo, verificada especialmente a partir da década de 1990, mais especificamente, o setor Terciário Superior, induziu a transformações urbanas que levaram o planejamento municipal a desenvolver políticas públicas para adaptar a cidade às novas realidades ditadas pela reprodução do espaço urbano. Tradicionais bairros antes periféricos, formados por antigas instalações industriais, usos residenciais de média/média baixa renda e, ao longo dos anos, vazios urbanos deixados por transformações urbanas em curso, tornaram-se alvo da atividade imobiliária, vindo a tornar-se dinâmicos centros de negócios, diante do crescimento da economia. As áreas mais visadas por este processo de transformação urbana estão localizadas nas várzeas dos rios Tietê e Pinheiros e orlas ferroviárias, interessando a este trabalho, as que foram objeto da operação urbana consorciada Água Espraiada, que correspondem a bairros localizados principalmente ao longo das avenidas Engo Luis Carlos Berrini e Chucre Zaidan. A esta região alega-se a formação de um sub-centro, com forte vocação para atuar como um dinâmico centro de negócios. Estuda-se, neste trabalho, o processo de transformação urbana ocorrido nesta região. Ao longo do trabalho, procura-se analisar o fenômeno de gentrificação e as ações públicas voltadas à relocação de populações de baixa renda das áreas afetadas pelas obras de urbanização, propostas por várias gestões públicas que se sucederam durante o processo de transformação, considerando, especialmente, três medidas distintas, a de prover habitações sociais fora do perímetro objeto da renovação urbana, meras indenizações a famílias atingidas e, mais recentemente, a previsão de habitações sociais no próprio perímetro em processo de urbanização.

A grande expansão de vários setores econômicos na cidade de São Paulo, verificada especialmente a partir da década de 1990, mais especificamente, o setor Terciário Superior, induziu a transformações urbanas que levaram o planejamento municipal a desenvolver políticas públicas para adaptar a cidade às novas realidades ditadas pela reprodução do espaço urbano. Tradicionais bairros antes periféricos, formados por antigas instalações industriais, usos residenciais de média/média baixa renda e, ao longo dos anos, vazios urbanos deixados por transformações urbanas em curso, tornaram-se alvo da atividade imobiliária, vindo a tornar-se dinâmicos centros de negócios, diante do crescimento da economia. As áreas mais visadas por este processo de transformação urbana estão localizadas nas várzeas dos rios Tietê e Pinheiros e orlas ferroviárias, interessando a este trabalho, as que foram objeto da operação urbana consorciada Água Espraiada, que correspondem a bairros localizados principalmente ao longo das avenidas Engo Luis Carlos Berrini e Chucre Zaidan. A esta região alega-se a formação de um sub-centro, com forte vocação para atuar como um dinâmico centro de negócios. Estuda-se, neste trabalho, o processo de transformação urbana ocorrido nesta região. Ao longo do trabalho, procura-se analisar o fenômeno de gentrificação e as ações públicas voltadas à relocação de populações de baixa renda das áreas afetadas pelas obras de urbanização, propostas por várias gestões públicas que se sucederam durante o processo de transformação, considerando, especialmente, três medidas distintas, a de prover habitações sociais fora do perímetro objeto da renovação urbana, meras indenizações a famílias atingidas e, mais recentemente, a previsão de habitações sociais no próprio perímetro em processo de urbanização.