Keywords Abstract
Zaguir, Nemer Alberto, Victoria Morgado Mutran, Mauro de Mesquit Spinola, and Celma de Oliveira Ribeiro. " Análise de atrasos de repasses de apoio a produção em empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida: Um modelo com incertezas utilizando duration." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Analysis of financing delays in projects under the support for production modalities of Minha Casa Minha Vida Program: a model with uncertainties using duration. São Paulo, 2016. Análise de Viabilidade; Analysis of Economic Viability; Duration; Incertezas; Minha Casa Minha Vida; real estate; Uncertainties

Uma das linhas de crédito de destaque no programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) é o apoio à produção. Para o comprador, permite o financiamento do imóvel na planta. Para a incorporadora, traz recursos conforme andamento da obra e velocidade de vendas. Um problema comum nesse tipo de operação é o atraso do primeiro repasse para a incorporadora, a "demanda mínima", componente expressivo das receitas. A análise tradicional de viabilidade considera parâmetros do empreendimento negociadas entre o incorporador e agente financeiro, porém, não leva em conta incertezas do atraso. O real estate tem introduzido com mais frequência incertezas em seus modelos. O trabalho visa analisar o impacto do atraso da demanda mínima de um empreendimento do MCMV de uma incorporadora nacional de pequeno porte. Para tanto, foi criado um modelo com incertezas para o atraso e utilizado a duration, medida de risco que considera a sensibilidade do resultado financeiro às flutuações das taxas de retorno. Como resultado, evidenciou-se no modelo com incertezas o risco pela duration para várias taxas. A duration apresentou-se como um indicador adequado para análise da modalidade em questão, podendo desdobrar indicações para a construção de estratégias de hedging financeiro. Indica-se como pesquisas futuras aprimoramento do modelo de incertezas nos atrasos com a introdução de novas variáveis. 

Hiltner, Juliana Vianna. " ROTINA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DE CUSTOS CASO APLICADO A UMA EMPRESA DO MERCADO DE INCORPORAÇÕES." In 16ª Conferência Internacional da LARES. PERFORMANCE ROUTINE EVALUATION OF A PROGRAMMING AND CONTROL COSTS SYSTEM CASE APPLIED IN A COMPANY OF MERGERS MARKET. São Paulo, 2016. Costs; custos; planejamento; Planning; rotina; routine

Nos últimos anos, a programação e o controle dos custos se tornaram ainda mais fundamentais para a sobrevivência de uma empresa no mercado da construção civil.

Por volta do ano de 2006, a construção civil brasileira ganhou um novo porte no cenário econômico nacional, quando foi iniciada uma produção muito acima dos padrões que vinham sendo praticados, em conjunto com os preparativos para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Estes dois últimos, exigem não apenas recursos para suas obras de estádios, centros de treinamentos e alojamento de atletas, mas também obras de infraestrutura urbana que sustentem as demais edificações.

Devido a isso, e em decorrência do mercado imobiliário, a crescente demanda por terrenos, recursos e projetos encontrou a indústria, a mão-de-obra disponível e os fornecedores de equipamentos e materiais despreparados para atendê-la, gerando um crescimento generalizado nos preços dos insumos. Como decorrência, os custos de implantação afastaram-se das expectativas de custos iniciais das empresas. Isso ocorreu em grande parte por fragilidade em seus sistemas de custos, incapazes de prever corretamente as demandas, fragilidade essa evidenciada pelo grande volume de produção e crescimento acentuado dos custos dos insumos. Essas fragilidades ocorreram não só no que se refere às técnicas de domínio da programação e controle, mas também ao fluxo de informações que possibilita a tomada de ação corretiva e até às políticas internas das organizações que limitam um melhor desempenho da empresa como um todo. Isso resultou no desvio desordenado dos custos contratados em relação aos orçados.

Diante do aumento da competição enfrentada nesta área, é observada a necessidade do aprimoramento das referências e técnicas relacionadas aos processos gerenciais, em especial, aqueles que dizem respeito à programação e controle dos custos. Com base nisso, o presente trabalho tem o objetivo de formular uma rotina de avaliação do sistema de custos de uma determinada empresa no seu plano operacional e, a partir do reconhecimento dos pontos de melhoria, identificar os fatores chave, no plano estratégico, responsáveis pelo desempenho do processo. 

Costa, Odilon, and Wesley Mendes-da-Silva. " The Recent Slowdown in Sao Paulo’s Office Market: A Comparison of Hedonic Indices." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016. Brazil; Hedonic indices; Office Properties Real estate indices often rely on strong constant quality assumptions. Hedonic techniques are more rigorous than median-price measures to control for quality of the assets in place or the quality of the assets that are put on the market at different times. We use a unique appraisal-based rent dataset from Sao Paulo to create two types of time-dummy measures for office properties. To our records, there appears to be no studies that cover the recent meltdown in this market or that compare the performance of different time-dummy methods. The first model – standard – includes time dummies, submarket dummies and property-specific attributes. The second – fixed effect – is an alternative model, where we consider time dummies, time-varying characteristics (age) and property-specific fixed effects. This latter approach deals with time-unvarying locational and property-specific unobserved heterogeneity. The resulting indices reflect to some extent the cyclicality of rent. Consistent with market segmentation theory, our findings support submarket and building class stratification to account for different niche performance. The standard model is often biased upwards, especially in growth locations and among top-tier properties, where supply is more flexible. This methodology limits our ability to control for properties within submarket level. Rigid time-unvarying hedonics fail to disentangle property-specific features when new buildings are added to the sample non-randomly.
Atala, Rogério Calil Haddad, and Cláudio Tavares de Alencar. "A CRESCENTE OFERTA DE APARTAMENTOS STUDIO E UNIDADES DE 1 E 2 DORMITÓRIOS NA CIDADE DE SÃO PAULO E SEU IMPACTO NO MERCADO IMOBILIÁRIO NO MÉDIO PRAZO." In 16ª Conferência Internacional da LARES. THE INCREASING OFFER STUDIO AND UNITS 1 AND 2 BEDROOM APARTMENTS IN SAO PAULO CITY AND ITS IMPACT ON THE REAL ESTATE MARKET IN THE MEDIUM TERM. São Paulo, 2016. Apartamentos Compactos; Apartments Compacts; Crescent Offering; Crescente Oferta; mercado imobiliário; Real Estate Market

Os apartamentos compactos, com metragem de até 45 m2, eram um nicho pouco explorado há cinco anos na cidade de São Paulo, respondendo por menos de 1% do estoque total de imóveis novos , segundo SECOVI-SP.O estoque de apartamentos compactos cresceu 1.700% em cinco anos em São Paulo. A situação despertou a atenção de grandes incorporadoras e uma grande quantidade de projetos cresceram rapidamente, atraindo consumidores que não tinham condições de pagar por unidades maiores .

Os apartamentos compactos atendem os consumidores que procuram um local prático para morar , com tíquete mais baixo ou que sirva como moradia por apenas alguns dias .O perfil do morador é geralmente de pessoas solteiras , casais sem filhos , idosos , ou pessoas que viajam para São Paulo esporadicamente . Os projetos estão concentrados nas regiões adensadas da cidade , com boa disponibilidade de comércio, serviços e transporte público , como bairros do Centro , além de Vila Olímpia , Itaim , Pinheiros, Cerqueira César , entre outros .Essas unidades também foram muito procuradas pelo pequeno investidor , que migrou para este nicho no momento em que surgiram sinais de desaquecimento no mercado de salas comerciais .

Aliado a este contexto tem-se a nova Lei de Zoneamento da cidade de São Paulo , Lei Municipal 16.402/16 , a qual trouxe inúmeros fatores que contribuirão para o aumento do preço dos imóveis . Segundo Rocha Lima (2014) ,os efeitos desta nova lei nos preços de oferta de imóveis residenciais nos eixos de adensamento levarão à construção de unidades cada vez menores para o público alvo , ou este público será deslocado para bairros mais periféricos e aí ficará o dilema de entender qual será o produto a ser oferecido nos eixos e para qual público.

Analisando a conjuntura atual percebe-se que diante desta nova realidade há um questionamento importante : Que tipologia de produto imobiliário será desenvolvida pelas empresas de Real Estate para atender ao mercado neste novo contexto entre o presente excesso de oferta de produtos compactos e a nova lei de zoneamento ,a qual induz à produção destes mesmos produtos? 

Vaz, Renan Augusto Falcão, and Cláudio Tavares de Alencar. "A gestão do conhecimento aplicada na área de desenvolvimento imobiliário de grandes incorporadoras." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Knowledge Management in the Real Estate Development Area in Large developers. São Paulo, 2016. Construção Civil; Construction; Desenvolvimento imobiliário; Gestão do Conhecimento; Incorporação; Knowledge Management; Property Development; real estate Após acelerado crescimento do setor de incorporação imobiliária em um curto período de cerca de dez anos, o mercado brasileiro está enfrentando uma crise de confiança e de excesso de oferta gerada por fatores políticos e econômicos. A área de desenvolvimento imobiliário nas grandes incorporadoras é responsável pela aquisição e criação de novos negócios e pelo direcionamento do crescimento dessas empresas. Como as incorporadoras cresceram rapidamente, não houve tempo hábil para a formação adequada dos profissionais que atuam na área de desenvolvimento imobiliário. Durante períodos de crise, o setor e a maioria das empresas nele presentes possuem o costume de diminuir o quadro de profissionais, principalmente dessa área. Tendo isso em vista, o presente trabalho tem como objetivo a proposição de um modelo de sistema de gestão do conhecimento que possa ser aplicado na área de desenvolvimento imobiliário de grandes incorporadoras, analisando a forma que o conhecimento deve ser gerado nas áreas, repassado entre os profissionais e registrado na empresa para garantir que os aprendizados do passado não sejam perdidos junto com a saída dos profissionais que os geraram. Dessa forma o conhecimento da área é tratado como um ativo e permanece na companhia. Serão analisadas ainda as dificuldades para aplicação do modelo e o sucesso da utilização da gestão do conhecimento na área de desenvolvimento imobiliário de uma empresa de grande porte do setor. Para alcançar o objetivo proposto, foi realizada uma revisão bibliográfica por meio de consultas a artigos técnicos, dissertações, teses, livros e alguns estudos de caso sobre o tema.
de Abreu Rolim, Emili Caroline, Luiz Alessandro Queiroz, Maria Laura Guedes, Lanna Celly da S. Nazário, and Leidian Torres. "Alterações no produto imobiliário: Caracterização da produção das unidades habitacionais registradas sob o regime de incorporação imobiliária no município de Natal/RN entre 2000 a 2015." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Changes in the real estate product: Production characterization of housing units registered under the real estate development scheme in the city of Natal / RN from 2000 to 2015. São Paulo, 2016. habitação; housing; incorporação imobiliária; padrão e localização; Real Estate Development; standard and location; tipologia; Type

A expansão do crédito imobiliário em conjunto com outras alterações macroeconômicas que marcaram o Brasil na segunda metade da década de 2000 provocou um forte impulso na produção de moradias, inclusive através do sistema de incorporação imobiliária. A abertura do capital de grandes incorporadoras foi acompanhada pela expansão geográfica de seus empreendimentos para as capitais e cidades de porte médio das regiões Norte e Nordeste do Brasil, provocando mudanças importantes na forma de atuação dos promotores e no produto imobiliário. Grosso modo, a produção das empresas de origem local permaneceu similar a da década de 1980, ou seja, unidades de padrão alto, em localizações centrais e destinadas a consumidores de renda alta. Em contraponto, as empresas que aportaram em Natal nesse período, produziram de forma mais diversificada, seja no aspecto tipológico, no padrão da unidade e, especialmente, na localização geográfica, passando a atuar em bairros periféricos. Alguns fatores podem estar relacionados com essas alterações, quais sejam: i. os altos preços fundiários praticados nas áreas centrais, ii. o consumidor menos exigente em termos de localização e mais preocupado com preço e prazo e iii. mudanças tipológicas que atraíram a classe média ascendente.

O Estudo busca caracterizar a produção de unidades habitacionais, registradas sob o regime de incorporação imobiliária, no município de Natal/RN – Brasil, no período de 2000 a 2015. O registro em cartório preserva informações sobre as características do empreendimento em diversos documentos oficiais que, de forma combinada, podem resultar em uma descrição completa do empreendimento. Através da coleta e tabulação desses dados foi possível complementar o banco de dados existente, gerando informações passíveis de representar o momento da produção imobiliária local.

Dentre as muitas análises possíveis, este estudo se debruçou sobre as diferenças no padrão nas unidades produzidas durante o maior boom imobiliário ocorrido no município. A produção de flats e condomínios club por parte de empresas recém-chegadas contrasta com a produção de apartamentos de alto padrão, ainda predominantemente produzidos por empresas locais. Destacam-se alterações na planta, nas dimensões e no padrão de acabamento como os principais diferenciais entre os dois modelos de produção. A distribuição espacial da diferenciação de padrão também fica evidente com a atuação nos bairros centrais sendo predominantemente local, ao passo que as empresas de outros estados atuam de maneira mais diversificada no espaço.

Tanioka, Franklin Mitio. "Alternativas de revitalização em Shopping Centers com elevados índices de vacância." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Alternatives of revitalization for Shopping Centers with high vacancy rates. São Paulo, 2016. oversupply; revitalização; revitalization; shopping center; sobreoferta; vacância; Vacancy

O mercado norte-americano de Shopping Centers é considerado um dos mais maduros do mundo, possuindo o maior índice de ABL (Área Bruta Locável)/1.000 habitantes dentre todos os países, maior que 2.000 m /1.000 hab, e uma das maiores participações nas vendas do varejo nacional (56%). Apesar disso, nos últimos anos multiplicam-se os casos de fechamento de centros comerciais nos Estados Unidos e, segundo análise da Green Street Advisors, empresa americana de análise de dados do segmento de real estate, 15% deste universo será fechado ou convertido em um espaço não-comercial nos próximos 10 anos.

No Brasil, apesar de ter um mercado muita mais incipiente quando comparado ao dos Estados Unidos, já começam a surgir sinais de sobreoferta em algumas cidades específicas, especialmente naquelas onde houve um surgimento bastante acentuado de novos shoppings desde 2011, como Sorocaba, Limeira e Londrina. Com a atual situação econômica do país e as perspectivas negativas, esses casos tendem a aumentar ao longo dos próximos anos.

Este cenário traz consigo o surgimento de oportunidades de investimento na revitalização destes amplos espaços, tanto para o setor privado, quanto para o público. Serão apresentadas neste artigo algumas alternativas que possam ser aplicadas no cenário brasileiro, com base no que vem sendo feito em outros países, especialmente nos Estados Unidos.

Conclui-se que a filosofia de revitalização de shoppings vazios é essencial para prolongar a vida útil dos empreendimentos. Assim como existe uma constante mudança de hábitos e costumes da sociedade com o passar dos anos, estes ativos não podem permanecer estagnados no tempo, sendo imprescindível que sejam “organismos vivos” em constante evolução. 

Torres, Leidian, Lanna Nazário, Luiz Alessandro Queiroz, Emili Caroline de Abreu Rolim, and Laura Guedes. "ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS: O USO DE FERRAMENTAS SIG EM UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE NATAL/RN." In 16ª Conferência Internacional da LARES. ANALYSIS OF SPATIAL DISTRIBUTION OF REAL ESTATE VENTURES: THE USE OF GIS TOOLS IN A STUDY CASE IN NATAL/RN. São Paulo, 2016. GIS; mercado imobiliário; Natal; PMCMV; Real Estate Market; SIG

A cidade de Natal apresentou intensa produção imobiliária no período entre 1990 e 2015. Ao longo desse período destaca-se a produção de edifícios verticais multifamiliares, construídos sob o sistema de incorporação imobiliária, com padrões variados, que vão desde aqueles financiados pelo programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) até aos edifícios de alto padrão, característicos da Zona Oeste e Leste da cidade, respectivamente. Como forma de refinar a análise da distribuição espacial desta produção, esse artigo propõe uma primeira aproximação sobre o uso do Sistema de Informação Geográfica (SIG) nos bairros de Petrópolis e Planalto, o primeiro com maior concentração de edifícios de alto padrão e o segundo com grande parte da sua produção financiada pelo PMCMV. Foram analisados todos os 34 empreendimentos imobiliários registrados no bairro de Petrópolis no referido período e 19 empreendimentos no bairro do Planalto, com foco em 3 critérios, quais sejam: verticalização (variável – no de pavimentos), padrão (variável – no de suítes/unidade habitacional), vagas de garagem (variável – vagas de garagem/unidade habitacional). 

Brito, Náthalie, and Cláudio Tavares de Alencar. "Análise da Qualidade das Informações Disponibilizadas pelos Gestores de Fundos de Investimento Imobiliário no Brasil." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Quality Analysis of Information available by Real Estate Investment Funds Managers in Brazil. São Paulo, 2016. Decisão; Decision; Edifícios de Escritórios; Fundos de Investimento; Informação; Information; Investment Funds; Investment process; Office Buildings; Processo de Investimento No Brasil, à semelhança do mercado americano, muitos investidores têm migrado das compras de escritórios e flats, para a aplicação em Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) e outros produtos de investimentos resultado da securitização de portfólios. Apesar de ter a grande vantagem da agilidade de investimento e desinvestimento em contrapartida à imobilização decorrente do investimento direto no imóvel, a falta de conhecimento com relação ao comportamento de mercado, aliada ao desconhecimento dos critérios de avaliação e indicadores de qualidade desse tipo de investimento, acaba por contribuir para a geração de expectativas “descoladas” do desempenho potencial do portfólio, podendo inibir a aplicação de capital pelos pequenos e médios investidores, os quais constituem a maior parcela no contexto dos FIIs. Além disso, as informações apresentadas pelos FIIs nos informes periódicos carecem de padronização quanto à metodologia de construção e apresentação, o que dificulta a análise comparativa para a tomada de decisão. Em alguns casos, a informação chega a ser superficial ou até mesmo insuficiente, influenciando no processo de compra e venda de cotas desse produto de investimento e consequentemente distorções nos valores de mercado dos ativos. Tendo em vista o contexto ora exposto, pretende-se neste artigo, analisar os relatórios mensais de sete gestores diferentes com o objetivo de identificar as disparidades encontradas na forma de apresentação e formatação dos indicadores divulgados, bem como relatar as lacunas de informações encontradas. A disponibilização de informações consistentes, aliada ao conhecimento do investidor, além de contribuir para a estabilidade do mercado - aumentando o grau de confiança dos investidores - contribui para aumentar o volume de recursos aglutinados e consequentemente fomentar o desenvolvimento do segmento de EEL a nível nacional, gerando empregos e estimulando a economia como um todo.
Filho, Luciano Milano. "Análise de decisão aplicada a investimento em desenvolvimento imobiliário." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Decision Analysis applied in Real Estate Investments. São Paulo, 2016. Análise de decisão; Decision Analysis; Desenvolvimento imobiliário; Investimentos; Investments; real estate

Um Investimento pode ser realizado com a esperança de geração de benefícios futuros. As decisões direcionadas a investimentos imobiliários são baseadas, em sua grande maioria, unicamente em estudos de viabilidade prévios. Sobre este panorama, é possível que a utilização de um processo de análise de decisão, concomitante a estes estudos de viabilidade, possa ampliar a percepção do agente decisor, conduzindo-o a decisões fundamentadas. Assim, este artigo tem como objetivo estudar a aplicação prática da análise de decisão em investimentos em desenvolvimento imobiliário, com a finalidade de avaliar seu comportamento no processo de tomada de decisão, sobre a ótica de agentes decisores que atuam na incorporação e construção de empreendimentos imobiliários.

de Souza, Nathália Oliveira L., and Paola Torneri Porto. "Análise de Impactos do Plano Diretor em Empreendimentos Residenciais localizados na Macroárea de Urbanização Consolidada." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Impacts of the Master Plan in Residential Property located in the macro area of Urbanisation and Consolidated. São Paulo, 2016. Análise da Qualidade do Investimento; Empreendimento Imobiliário Residencial; macro area of Consolidated Urbanisation; Macroárea de Urbanização Consolidada; Plano Diretor Estratégico do Município de São Paulo; Quality Analysis of Investment; Residential Real Estate Development; Strategic Plan of the Municipality of São Paulo

O Plano Diretor de um município visa orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção de espaços urbanos e na oferta de serviços. Em Julho de 2014 foi aprovado um novo Plano Diretor Estratégico (PDE) para o município de São Paulo, que vigorará pelos próximos 16 anos. O novo PDE determinou mudanças significativas nas diretrizes urbanísticas da cidade. Face ao exposto, este artigo objetivou apontar os impactos gerados pela mudança desta lei nos empreendimentos residenciais situados na Macroárea de Urbanização Consolidada e fora da área de influência do eixo de estruturação da transformação urbana. Buscou-se a compreensão do conteúdo da Lei no 16.050 que dispõe sobre o Novo PDE, A seguir, por meio da formatação de empreendimentos protótipos, localizados em diferentes bairros da Macroárea de Urbanização Consolidada, sob as diretrizes do antigo e do novo Plano Diretor foi possível obter os indicadores da qualidade do investimento destes empreendimentos no cenário referencial. Com isso, por meio da comparação dos resultados obtidos realizou-se a análise do impacto da mudança do Plano Diretor na formatação do produto, nos indicadores da qualidade do investimento, no preço de comercialização, no custo do terreno e no custo de obra. Concluiu-se que a forma mais provável dos investidores manterem o nível de atratividade antes obtido será por meio do aumento dos preços de comercialização das unidades. Observou-se a possibilidade de perda do valor agregado do produto no caso dos edifícios projetados segundo o novo Plano Diretor nestas regiões, uma vez que estes possuem gabarito de altura limitado a 28 metros e menor número de vagas de garagem, o que, somado ao aumento do preço de comercialização, pode constituir um grande impacto na competitividade dos empreendimentos novos frente ao estoque já existente.

Liu, Jennifer, Priscilla Tenguan, Allan Rocha, and Eliane Monetti. "Análise de Tecnologias Sustentáveis no Condomínio de Shopping Centers: Caso Shopping Hortolândia." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Analysis of Sustainable Technologies Impacts on Shopping Mall Management Costs: The Case of Shopping Hortolandia. São Paulo, 2016. análise econômica; economic analysis; shopping center; Shopping Hortolândia; shopping mall; sustainable technologies; tecnologias sustentáveis

As realidades do setor de shopping centers e de construção sustentável têm se cruzado nos últimos anos no Brasil. Buscando a máxima eficiência, tanto energética como financeira, empresas de capital aberto tem buscado alternativas em um contexto de maior responsabilidade social e ambiental. Agravada pela crise hídrica e energética de 2014, esta corrida passou a ser integrada por empresas de menor porte como forma de também se proteger de eventuais falhas de fornecimento. Dadas a dimensão do setor de shopping centers e sua forte presença no cotidiano dos brasileiros, este trabalho objetivou identificar tecnologias sustentáveis de água e energia em shoppings de grande porte, que têm liderado as mudanças na gestão ambiental, e verificar sua viabilidade e impactos financeiros nos custos condominiais em shoppings de pequeno e médio porte. Como resultados, o trabalho propõe duas hierarquizações de tecnologias, de acordo com: o nível de investimento demandado e a economia no custo condominial. Baseado na metodologia de estudo de caso de Yin (2005), a pesquisa foi realizada a partir do Shopping Hortolândia já em operação, com caracterização de empreendimentos de pequeno porte. Através de benchmarking com administradoras de shoppings de grande porte e fornecedores de tecnologias sustentáveis, estimou-se os principais custos associados às tecnologias, como implantação e manutenção. Como resultados, dentre as tecnologias disponíveis e para um empreendedor mais conservador, a análise priorizou os benefícios da migração para o mercado livre para fornecimento de energia e a utilização de poços artesianos contratados na modalidade BOT para fornecimento de água. Com isto, este trabalho comprovou, em um contexto de preocupações sustentáveis, a possibilidade de atrelar redução de impactos ambientais com aumento da performance financeira em um setor em crescimento que já possui casos de sucesso, mas que ainda possui amplo espaço para melhoria, a saber, shoppings de pequeno e médio porte.

Gregório, Carolina A. G.. "Análise de uma alternativa de funding para implantação e comercialização de empreendimentos residenciais, com uso de instrumentos de investimento disponíveis no mercado financeiro nas condições atuais da economia brasileira." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Analysis of a funding alternative for real estate residential projects, using available investment instruments in the financial market and taking into account the current conditions of the Brazilian economy. São Paulo, 2016. empreendimento imobiliário; free interest rate; letras de crédito imobiliário (LCI); low-income residential development; real estate letter of credit; repasse antecipado; SFH; taxa de juros livre; upfront payment

Com o esgotamento dos recursos do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) o mercado de real estate residencial está passando pela mesma dificuldade de crédito enfrentada pelo setor até 2005. Os recursos do SFH eram direcionados e subsidiados (com taxas de juros inferiores à taxa de juros da economia brasileira), e utilizavam recursos de curto prazo (dos poupadores) para financiar operações de longo prazo, conformando o desequilíbrio do sistema de crédito à habitação no Brasil. A elevada taxa de juros da economia brasileira dificulta a proposta de soluções alternativas para funding à produção e comercialização dos empreendimentos com captação livre a mercado. Nesse artigo é avaliado, nas condições atuais da economia brasileira, uma solução usando taxa de juros livre, com recursos captados no mercado por meio de letras de crédito imobiliário (LCI) e repasse antecipado aos empreendedores. Essa análise é conduzida utilizando um protótipo de um empreendimento residencial do segmento econômico, comparando esse mesmo empreendimento das duas situações: plano empresário (SFH) e situação proposta com repasse antecipado.

A solução analisada parece equacionada para todas as partes envolvidas (empreendedores, bancos, compradores e investidores), no entanto, empreendedores com margens mais comprimidas (redução de quase 7% nas margens), em razão do maior custo financeiro e da dificuldade em repassar acréscimo de custos nos preços das unidades durante obras, visto que mutuários também passarão a pagar taxas de juros maiores, e as parcelas devem atender a capacidade de pagamento do público alvo (comprometimento de até 30% da renda familiar). 

Lajut, Julianna, Cláudio Tavares de Alencar, and João da Rocha Lima, Jr.. "Análise do impacto do novo plano diretor estratégico da cidade de São Paulo no planejamento de produtos residenciais." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Analysis of the impact of the new strategic plan of São Paulo in residential product planning. São Paulo, 2016. empreendimentos imobiliários; plano diretor estratégico; preços; Prices; Products; produtos; Real Estate Development; strategic plan; urbanização; Urbanization

O novo plano diretor estratégico de São Paulo, aprovado em 2014, surge com uma proposta para reorganização da cidade, adensando regiões providas de maior infraestrutura e limitando a densidade populacional das outras regiões. Responsável pelo desenvolvimento imobiliário, o setor de real estate é afetado diretamente pelas novas diretrizes do plano diretor.

Neste trabalho, são discutidos os impactos do novo plano diretor no planejamento de produtos residenciais, identificando os efeitos do ponto de vista da formação de preços e de áreas privativas, bem como as possíveis respostas do mercado, diante das novas diretrizes de uso e ocupação do solo.

A metodologia de pesquisa contou com estudos bibliográficos, coleta de dados em uma incorporadora tradicional da cidade de São Paulo, e estudos de qualidade de investimento. Uma base de dados de terrenos foi submetida a um modelo de análise de modo a comparar os resultados de empreender considerando a legislação anterior e a atual imposta pelo plano.

Com o aumento dos custos de empreender gerado por mudanças no cálculo de outorga onerosa e com a perda de potencial construtivo em parte dos casos analisados, para que se mantenha a atratividade do investimento na atividade imobiliária, verificou-se que deverá haver um aumento dos preços de venda de apartamentos. Para minimizar esse efeito, será necessário: reduzir as taxas de retorno do empreendedor, reduzir as áreas privativas, custos de obra e os custos de terreno. Para os empreendedores, o planejamento de produtos se tornará ainda mais importante, diante das novas limitações e da provável redução de seus resultados financeiros. Ainda, a tendência é que terrenos localizados próximos dos eixos de transporte tenham seus preços de comercialização elevados, e a oferta de apartamentos nessas regiões será de produtos de até 80 metros quadrados. Já os terrenos localizados em regiões de baixo aproveitamento poderão ter a atividade de incorporação inviabilizada, a não ser que haja reduções consideráveis dos custos de terreno, ou ainda revisão das diretrizes que definem potencial construtivo e cálculo de outorga onerosa.

O presente artigo apresenta os resultados de uma pesquisa de mestrado do programa de Mestrado Profissional em Inovação da Construção Civil, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

Covanzi, Renato Silva, and Paola Torneri Porto. "ANÁLISE DOS FATORES QUE PODEM IMPACTAR OS VALORES DE TRANSAÇÕES DAS COTAS DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016. Fatores Macroeconômicos; Fundos de Investimento Imobiliário – FII.; IFIX; Macroeconomic Factors; Real Estate Investment Funds (FII).; Selic Rate; Taxa Selic

Os Fundos de Investimento Imobiliário – FIIs foram criados no Brasil em 1993. Durante os anos de 1993 à 2010, foram elaboradas diversas leis e instruções que contribuíram para seu desenvolvimento e amadurecimento, mas não fizeram com que este mercado apresentasse crescimento significativo, atingindo o número de 101 FII e Patrimônio Líquido de R$ 8.321 milhões num período de dezessete anos. A partir do ano de 2010 a demanda por investimento em FIIs cresceu de modo significativo atingindo em 2015 o número de 261 FII e Patrimônio Líquido de R$ 61.703 milhões. Este artigo pretende analisar quais os fatores que podem impactar os valores de transações das cotas dos fundos de investimento imobiliário, sejam eles macroeconômicos ou próprios dos ativos que servem como lastro para estas operações. Deste modo, foi avaliada a correlação do indicador dos Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) e indicadores macroeconômicos, e também foi elaborado um estudo de caso com base no Fundo de Investimento Imobiliário Ourinvest, para análise da influência dos fatores próprios do ativo, que é lastro deste fundo, na precificação das cotas. Como conclusão, observou-se que, dentre os indicadores analisados, as taxas de juros possuem significativa correlação com o IFIX e que podem influenciar o investidor no momento de precificação das cotas de fundos de investimento imobiliários.

de Hudson, Alessandra Mascarenhas Marquês. "ANÁLISE DOS INDICADORES FINANCEIROS DAS CONSTRUTORAS E INCORPORADORAS COM CAPITAL ABERTO NA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO." In 16ª Conferência Internacional da LARES. ANALYSIS OF FINANCIAL INDICATORS OF BUILDERS AND DEVELOPERS COMPANIES WITH OPEN CAPITAL IN SÃO PAULO STOCK EXCHANGE. São Paulo, 2016. BM & FBovespa; BM&FBovespa; Brazilian real estate market; Construção Civil; Construction; incorporadoras; mercado imobiliário brasileiro; operating results; Real Estate Developers; resultados operacionais Este estudo tem por objetivo analisar, compilar e comparar os principais indicadores financeiros e os objetivos estratégicos das quinze companhias listadas na BM&FBOVESPA, Mercado Novo, para obter informações consistentes sobre a atual situação do setor de construção civil brasileiro. Nos Releases de divulgação de resultado foram analisados os dados operacionais do setor, Valor Geral de Vendas, vendas, estoque, banco de terrenos, distratos e repasse e também dados financeiros como receita líquida, margem bruta, geração de caixa operacional, margem liquida e endividamento. As Companhias passaram por um processo de capitalização de 2005 a 2009, seguido de forte crescimento até 2011, quando o desafio de administrar grandes operações comprometeu os indicadores de saúde financeira do setor. Todas as empresas reviram suas estratégias, focaram na otimização de processos com objetivo de melhorar sua rentabilidade. Em 2015 observa-se o setor com estoque expressivo de unidades e potencial de banco de terrenos, indicadores financeiros apontando recuperação em algumas companhias e desafiador para outras. As margens líquidas não voltaram ao patamar de 2007 e o endividamento encontra-se em níveis elevados. O mercado imobiliário é influenciado pelo cenário econômico e disponibilidade de crédito ambos bastante restritivos em 2015, mas o perfil demográfico brasileiro e o déficit habitacional devem manter a demanda para os próximos anos, quando as companhias devem obter uma operação mais equilibrada e voltada para produtos e praças de sua expertise.
Barbosa, Lucas Magalhães, Pedro Henrique S. de Camargo, and Maria Carolina Gomes de Oliveira Brandstetter. "Análise Pelo Indicador VSO - Vendas Sobre a Oferta Imobiliária no Mercado Goianiense." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Analysis by Sales Indicator on the Offer on Goiania’s Market. São Paulo, 2016. Indicadores; Indicators; mercado imobiliário; Oferta; Offer; real estate; Sales; Segmentação; Segmentation; Vendas

Este trabalho propõe uma análise do mercado imobiliário da cidade de Goiânia mediante o enfoque do indicador de velocidade de vendas ou vendas sobre a oferta. A revisão bibliográfica trata do mercado imobiliário brasileiro e caracteriza o indicador de ênfase da análise. A metodologia abrangeu um levantamento de dados com enfoque às edificações residenciais de multipavimentos. Foram consideradas as tipologias de um, dois, três, quatro e cinco quartos, abrangendo tanto o segmento econômico quanto o segmento de alto padrão ofertados entre os anos de 2009 e 2014. Busca-se identificar, a partir de uma amostra de empreendimentos, quais fatores podem ser vistos como determinantes em uma estratégia bem sucedida de lançamento e marketing baseado na sua velocidade de venda. O levantamento dos dados foi feito considerando relatórios de mercado provenientes de entidades do setor imobiliário como a ADEMI- GO. Uma análise maior considera as variáveis principais para o mapeamento do mercado tais como: percentual relativo de vendas, velocidade sobre a oferta, disponibilidade e vendas por tipologia, faixa de preço praticado, faixa de área privativa, localização, área privativa, número de vagas de garagem e itens de área comum. Os resultados confirmam o aquecimento do setor imobiliário goiano com relativa tendência de saturação no último ano. O trabalho conclui fazendo apontamentos quanto às vendas por segmento e destaca a importância do conhecimento de mercado, permitindo que as estratégias sejam direcionadas às características de localização que são mais valorizadas por cada segmento.

APRESENTAÇÃO DA CURY CONSTRUTORA In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Santos, Rodrigo, and Daniel Ferreira Falcão. "Aspectos Jurídicos a serem analisados na Due Diligence para Aquisição de Terreno Urbano de Sociedade Empresária de Responsabilidade Limitada, localizado no Estado de São Paulo, Brasil." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016. aquisição de imóvel; Aspectos Jurídicos; Business Company Limited Liability; Due diligence; Effectiveness; Eficácia do Negócio; Legal Aspects; Real Estate Acquision; Sociedade Empresária de Responsabilidade Limitada

A Due Diligence – análise da documentação imobiliária e pessoal do alienante, dos sócios, do grupo econômico e dos antecessores – é etapa essencial para segurança jurídica e eficácia da aquisição de imóvel. São Paulo é o Estado mais rico do Brasil, de modo que a hipótese em que a sociedade empresária de responsabilidade limitada aliena imóvel urbano de sua propriedade que, por sua vez, será destinado pelo adquirente ao desenvolvimento de novo empreendimento imobiliário, é das mais corriqueiras. Assim, ao longo deste trabalho, com apoio na literatura disponível, bem como na legislação aplicável e no entendimento dos nossos tribunais, e com o objetivo de favorecer a segurança jurídica dos negócios e a conscientização do adquirente, serão apontados os aspectos jurídicos a serem analisados durante a Due Diligence, bem como os documentos imobiliários e pessoais necessários para instrução das análises, a fim de possibilitar a mensuração e o diagnóstico dos riscos. Dessa maneira, ao final, o adquirente vislumbrará todos aspectos jurídicos internos e externos, favoráveis e desfavoráveis, capazes de interferir na eficácia do negócio, e estará apto a tomar a decisão de adquirir ou de não adquirir o imóvel, de forma fundamentada e segura, evitando equívocos, prejuízos e a perda de oportunidades. 

Guedes, Laura, Luiz Alessandro Queiroz, Emili Caroline de Abreu Rolim, Lanna Nazário, and Leidian Torres. "Bolha imobiliária ou acomodação de preços? O processo de (des)valorização de imóveis residenciais em Natal/RN, entre os anos de 2013 e 2015." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Real Estate Bubble or Accommodation prices? The process of (de)valuation of residential properties in Natal / RN, between the years 2013 and 2015. São Paulo, 2016. bolha imobiliária; mercado imobiliário; Natal; Real state bubble; real state Market

A década de 2000 foi marcada por um expressivo crescimento da promoção imobiliária nas principais cidades brasileiras. A expansão do crédito imobiliário juntamente com a melhoria de variáveis macroeconômicas contribuiu para uma produção de unidades habitacionais, impulsionando a indústria da construção mesmo no contexto de crise internacional (2008). Esse boom imobiliário prosperou no Brasil até o ano de 2011, embalado pela iminente realização de megaeventos esportivos em várias capitais brasileiras e pela abertura de capital do setor imobiliário, estimulando especialmente a expansão geográfica da atuação de algumas das principais empresas de incorporação imobiliária do Brasil. A partir de 2011 há uma reversão no fenômeno, aparentemente devido ao esgotamento da capacidade de absorção do mercado por novas unidades habitacionais e, especialmente, em função do recrudescimento da crise política e econômica que o país ora atravessa. Especula-se que o resultado desse fenômeno foi a ocorrência de bolhas imobiliárias pontuais em alguns municípios, ou mesmo em âmbito nacional, cujo estouro ou esvaziamento, estaria afetando os preços imobiliários praticados através de um processo de desvalorização.

Natal, município de porte médio e capital do Rio Grande do Norte, tem sua economia voltada para a atividade turística. Com mercado imobiliário crescente, constituído em sua maioria por empresas de origem local ou de estados circunvizinhos, atravessou no início da década de 2000 por um momento de ampliação do consumo de segundas residências e flats por parte de estrangeiros. Esse processo e a condição de sede da copa do mundo de futebol (2014) atraiu a atenção de empresas de porte nacional que aqui vieram atuar. Nesse contexto registrou-se um crescimento de mais de 500% na quantidade de unidades habitacionais lançadas na década de 2000 - em relação à década anterior. No entanto, mesmo antes da realização do evento esportivo já era perceptível a expressiva desaceleração da oferta, bem como a queda no nível de empregabilidade da construção civil.

Através de um levantamento de mais de 14.000 unidades habitacionais, registradas entre os anos de 2011 e 2015 construiu-se um banco de dados capaz de avaliar a valorização entre o custo de produção dos imóveis e seu preço de mercado, a queda na quantidade de registros imobiliários nos últimos cinco anos e a desvalorização no preço de mercado dos imóveis nos últimos anos. Os dados apontam para uma acomodação dos preços, alterados artificialmente por ocasião do boom, para os patamares anteriores, caracterizando uma situação de esvaziamento gradual da suposta bolha. Por outro lado, houve uma queda de quase 75% nos registros imobiliários entre 2011 e 2015, como também, foram detectadas fortes desvalorizações em bairros atingidos por desastres naturais, apontando as causas locais como motivadores mais efetivos na alteração dos preços imobiliários.

Ferrari, Marcia. BUSINESS BEST PRACTICES TOOLKIT FOR RE SECTOR In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Heinrich, Michael, Mark Maurin, Tobias Just, and Thomas Schreck. "Characteristics of German foreclosed residential assets, their real values and discounts. An empirical study." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016. distress; foreclosure sales; Germany; Hedonic Pricing; Valuation

In the year 2011, over 50,000 houses were sold at foreclosure sales in Germany with an estimated value of 6 billion Euros. As the international literature proved in the past, foreclosed real estate assets usually sell at a discount and damage the value of house prices, which implies a vast harm to the national economy. However, the accurate discount rates of German foreclosure sales and their conjunct reasons have not been suspect of any scientific research so far.

Therefore, this article shall estimate the discount rates and examine the default prices by analyzing the foreclosure sales. For this purpose, we merged three unique datasets: One dataset with normal residential market prices (non-foreclosure sales), one dataset of foreclosed real estate residential values and another dataset with regional economic indicators and average residential prices. The aforementioned datasets are divided into the 16 German federal states and include the years from 2008 until 2011. A distinctive feature of the merged dataset is, that it represents the population of all foreclosed real estate assets in Germany during the time between 2008 and 2011, which allows us to identify the main characteristics of foreclosed residential assets and their real values as well as their discounts. Finally, we estimate another (logit)-regression to illustrate the probability of default for German residential real estate assets before placing our results into the context of the international literature.

Moro, Matheus Fernando, Sandrine de Almeida Flores, Camila Candida Compagnoni dos Reis, Andreas Dittmar Weise, and Alexandre Macagnan. "Construção Civil: uma análise sobre o comportamento da mão-de- obra na cidade de Santa Maria (RS)." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Civil Construction: An analysis on the behavior of labor in the city of Santa Maria (RS). São Paulo, 2016. Behavior of labor; Civil Construction; Comportamento da mão-de-obra; Construção Civil; Labor; Mão-de-obra

A construção brasileira retomou nos anos recentes o seu importante papel na receita do desenvolvimento. Após décadas de baixo investimento em infraestrutura e em habitação, o país reencontrou sua rota de progresso. Nesse novo cenário evidenciam-se grandes desafios, o principal deles, na trajetória de crescimento continuado, é o da produtividade. É neste contexto que se insere o presente trabalho, objetivando analisar a produtividade da mão-de-obra da construção civil no setor de habitação na cidade de Santa Maria (RS), bem como, analisar qual é o perfil de funcionários mais utilizados nas construções. Para atingir os objetivos esse trabalho tem referência os dados do Sindicato da Construção de Santa Maria-RS entre os anos de 2009 e 2014. Houve, no período analisado, avanços na produtividade induzidos pela própria dinâmica de crescimento e por investimentos em treinamento das construtoras da cidade. Verificou-se uma correlação forte entre área construída e mão-de-obra utilizada pelas construtoras. Constatou-se também um aumento dos estoques em 2012, seguido de uma alta da área construída nos meses de 2013, acarretando neste ano no pico do número de empregados na construção civil na série em estudo.

da Rocha Lima, Jr., João. DISTORÇÕES DISTORÇÕES PROVOCADAS PELA APLICAÇÃO DA DOUTRINA DA PERENIDADE NA VALUATION DE IMÓVEIS PARA RENDA In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
de Freitas, Elisabete Maria, Renato Mauro Filho, and Cláudio Tavares de Alencar. "DISTRATOS CONTRATUAIS NO MERCADO HABITACIONAL EM SÃO PAULO: ORIGENS E EFEITOS." In 16ª Conferência Internacional da LARES. RESIDENTIAL REAL ESTATE CONTRACT RESCISSIONS IN SÃO PAULO MARKET: CAUSES AND EFFECTS. São Paulo, 2016. Brazilian real estate market; contratos imobiliários; Distratos; mercado imobiliário residencial no Brasil; real estate contract rescissions; real estate contracts terminations

O mercado imobiliário no Brasil vem sofrendo as consequências da retração da economia, iniciada em meados de 2014 e que se acentua de forma contundente em 2016, sem ainda uma previsão de mudança. No período de alto crescimento deste mercado, a participação do crédito imobiliário no PIB brasileiro expandiu de forma exponencial e a aparente valorização imobiliária lança aos investidores uma possível oportunidade de altas em seus retornos, desta forma promovendo uma demanda ainda maior por imóveis. O avanço da crise na economia, no entanto, deflagrando a alta do desemprego leva rapidamente à redução do crédito imobiliário e consequentemente à redução deste grande momento de compra de imóveis.

Uma das sequelas deste cenário é o crescimento do número de distratos, fato que vem se agravando recentemente.
Os distratos, que são uma ferramenta contratual para aqueles que decidem se desfazer de uma unidade, sempre existiram, porém de exceção passaram a ser prática atual no mercado.

Como consequência, este estoque imprevisto de imóveis somado à demanda reprimida está promovendo um grande desequilíbrio de preços no mercado, o que poderá provocar problemas graves de liquidez para muitas empresas do setor.
O objetivo deste artigo é apresentar um parecer em relação à atual situação dos distratos realizados no mercado de imóveis residenciais da cidade de São Paulo, dentro de uma microrregião da zona oeste e um estrato de mercado pré-estabelecido. Busca-se apresentar um parecer sobre quem é o principal agente deste movimento, se são de fatos compradores que buscavam sua moradia própria ou investidores e quais as causas e os efeitos deste movimento.

Para este fim, além da pesquisa bibliográfica, foi realizado um Estudo de Caso, que aqui se caracteriza por um Levantamento de Campo, o qual produziu um referencial de informações para este estudo. Este foi realizado por meio de entrevistas com quatro dirigentes de empresas atuantes no setor e uma imobiliária de grande porte, as quais possuem empreendimentos dentro da região selecionada. As entrevistas foram conduzidas através de um roteiro de perguntas que possibilitaram a obtenção das informações de forma consistente.

Através da análise do que foi exposto, pôde-se concluir que os dados coletados coincidem com aqueles apresentados por pesquisas publicadas recentemente em relação a este tema, isto é, que há uma alta no número de distratos nos últimos três anos e incide em praticamente todos os empreendimentos. No caso da amostra pesquisada, porém, ressalta-se que a maioria dos distratos foi iniciada por investidores. Eles, de uma forma geral, perceberam que além do descolamento entre sua receita e falta de crédito e as dívidas assumidas, não teriam a rentabilidade esperada, e por simples falta de confiança no mercado, optaram pela liquidez ao invés de imobilizar o seu capital de investimento.

O artigo expõe também possíveis efeitos e desdobramentos do tema em questão, assim como ressalta que pode haver formas de reverter algumas situações, caso haja flexibilidade e densa negociação entre compradores e incorporadores. Sendo o assunto bastante atual e relevante, o presente trabalho pretende promover a pesquisa e ampliar o debate, uma vez que há ainda muito estoque a ser consumido e o cenário macroeconômico ainda não se mostra favorável ao crescimento. 

Marmolejo Duarte, Carlos, and Felipe Encinas Pino. "El impacto de las calificaciones energéticas EPC sobre los precios residenciales: un análisis para la Barcelona metropolitana." In 16ª Conferência Internacional da LARES. The impact of the Energy Performace Certificates on the residential prices: an analysys for Metropoltitan Barcelona. São Paulo, 2016. Barcelona; Eficiência Energética; Energy Efficiency; energy performance certificates; Hedonic Prices; precios hedónicos; precios residenciales; residential prices

La reciente transposición de la Directiva Europea de Eficiencia Energética en las Edificaciones en España ha introducido transparencia energética universal en las transacciones inmobiliarias en aras de favorecer decisiones mejor informadas, y por ende promover edificios eficientes. Esta investigación estudia de forma pionera el impacto de dicha Directiva sobre los precios residenciales de vivienda plurifamiliar. Para ello, se parte de precios de oferta de viviendas plurifamiliares en el área metropolitana de Barcelona, y con el concurso de un modelo hedónico, se estudia el precio implícito de las etiquetas energéticas (EPC). Los resultados sugieren que existe un asking market premium por las viviendas más eficientes, si bien es inferior que el reportado en otros países europeos.

Pereira, Paulo. "ESCRITÓRIOS DE ALTO PADRÃO EM SÃO PAULO: OS SUBMERCADOS COM MELHORES PERFORMANCES NO AMBIENTE DE ALTA VACÂNCIA DO MERCADO COMO UM TODO." In 16ª Conferência Internacional da LARES. HIGH STANDARD OFFICES IN SÃO PAULO: THE BEST SUBMARKETS PERFORMANCES IN AN ENVIRONMENT OF HIGH VACANCY IN THE OVERALL MARKET. São Paulo, 2016. mercado de edifícios de escritórios; Office building market; offices vacancies; São Paulo offices submarkets; submercados de escritórios em São Paulo; vacância de escritórios O processo de produção de edifícios de escritórios de alto padrão na cidade de São Paulo também se beneficiou da abundância de recursos disponíveis para investimento no mercado imobiliário desde 2007. Quanto mais o crescimento da economia induzia à ocupação rápida dos espaços disponíveis, mais atraente ficavam os investimentos no setor, até que a brusca queda da atividade econômica e o aumento significativo da oferta impactou na queda da velocidade de ocupação e no aumento da vacância. Todavia, como os impactos são diferentes nas diferentes regiões da cidade, apesar da grande oferta em relação à demanda de novos espaços na cidade como um todo, pode ser razoável considerar que algumas regiões de maior interesse dos ocupantes apresentarão menor vacância, enquanto outras regiões, de menor interesse dos ocupantes, apresentarão maior vacância para o mesmo padrão de produto. Tal diferença de “liquidez” seria resultado dos atributos da localização, seja pela melhor infra-estrutura disponível nas regiões mais consolidadas, seja pela menor disponibilidade de terrenos aptos para desenvolvimento, limitando a oferta, exatamente pelo fato dessas regiões serem consolidadas.
Almeida, Pedro, and Joyce Carlo. "Estudo de caso - Influência da Certificação de Sustentabilidade e Etiquetagem Energética na Valorização de Edificações." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Case Study - Influence Sustainability Certification and Labeling Energy in Buildings Valuation. São Paulo, 2016. Certificação de Sustentabilidade; Certification Sustainability; Disposição em pagar; Eficiência Energética; Energy Efficiency; Etiquetagem; Labeling; Real Estate Valuation; Valorização imobiliária; Willingness to pay

O número de certificações de sustentabilidade para edificações tem crescido, no entanto, aspectos relacionados à valorização destas edificações ainda são áreas temáticas carentes de estudos científicos no cenário brasileiro. Este artigo visou verificar como estas certificações têm influência sobre o valor de imóveis na cidade de Viçosa-MG. A pesquisa focou na perspectiva do consumidor, desenvolvida a partir de métodos quali-quantitativos compostos de entrevista semi-estruturada com um representante de uma construtora da cidade e da aplicação de questionários com consumidores em potencial. Foram obtidas 83 respostas dos questionários, representando uma amostra significativa do público-alvo definido em entrevista. Foi constatado que o conhecimento sobre etiquetagem e políticas públicas relacionadas ainda é pequeno, apenas 6,3% dos respondentes se considera informado sobre o assunto. No entanto, embora haja pouco conhecimento sobre esses tipos de certificações, 78,3% pagariam a mais por uma edificação deste tipo. Além disso, foi identificada uma relação direta entre o conhecimento sobre o assunto e a disposição em pagar mais por edificações sustentáveis. Portanto, pode-se constatar que há uma valorização de edificações certificadas na cidade de Viçosa-MG, e a perspectiva do crescimento destas certificações é positiva, sobretudo se houver um avanço de conhecimento da população sobre o tema. Acredita-se que o método utilizado nesta pesquisa possa ser replicado em uma pesquisa semelhante em grande escala, para avaliar este tema em relação ao cenário brasileiro.

Rossi, Alessandro, André Toneto, Daniel Duarte, Danilo Vian, and Eliane Monetti. "Estudo sobre o mercado de Self Storage na Região Metropolitana de São Paulo – pesquisa sobre a demanda, oferta e principais características do negócio." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Study About Self Storage Market in the metropolitan area of São Paulo - Survey on the demand, supply and main Characteristics of the Business. São Paulo, 2016. Demand; demanda; Oferta; pesquisa; Research; São Paulo; Self Storage; supply

A escassez de terrenos e imóveis, o significativo incremento de custo destes ativos e a concentração populacional nos grandes centros metropolitanos do Brasil estão cada vez mais fazendo com que pessoas e empresas busquem alternativas com melhor custo benefício para armazenagem de seus bens. Neste cenário, com o objetivo de suprir esta demanda, surgiram nos EUA, na década de 60, os Self Storage, sigla em inglês que significa “auto armazenamento”.

Considerando as alternativas de investimentos no setor de Real Estate hoje no Brasil, uma demanda crescente por este tipo de serviço e dada a atual situação macroeconômica que vivemos, este trabalho objetiva fazer uma avaliação deste novo segmento do Real Estate na região metropolitana de São Paulo, verificando qual a demanda por este tipo de serviço versus a oferta atual e futura, e realizando uma comparação com o mercado americano.

Visando alcançar tais objetivos, o trabalho será embasado por uma pesquisa do mercado atual, através de consultas aos players de mercado, à associação do setor e aos dados disponíveis atualmente. Além disso, serão adotadas premissas para realizarmos estimativas coerentes para a demanda e mercado futuros, com o objetivo de entender o potencial do segmento e sua atratividade. Ainda, utilizaremos como base de comparação e análise, dados de mercados mais maduros nesse setor, a saber o mercado americano, que já se encontra em outro patamar e possui maior disponibilidade de informações.

Como resultados, o trabalho chega à conclusão que o mercado atual de Self Storage na região metropolitana de São Paulo é bastante inexperiente, pulverizado em pequenas empresas, e com uma oferta infinitamente menor ao comparado com o mercado estabelecido dos Estados Unidos. Mas, em contrapartida, identifica que todos os principais vetores de crescimento para o setor estão fortemente presentes na região estudada, indicando um mercado promissor para o futuro. 

da Rocha Lima, Jr., João. EXPECTATIVA DE EVOLUÇÃO DOS PREÇOS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS - PREDIÇÕES seguindo a TEORIA e o CONFRONTO com a REALIDADE In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Filho, Gilberto Duarte de. EXPECTATIVAS PARA A ECONOMIA EM 2017 E 2018 E OS IMPACTOS NO SEGMENTO DE REAL ESTATE - APRESENTAÇÃO DA ABECIP In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Molan, Maurício. EXPECTATIVAS PARA A ECONOMIA EM 2017 E 2018 E OS IMPACTOS NO SEGMENTO DE REAL ESTATE - APRESENTAÇÃO DO BANCO SANTANDER In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Mussi, Andréa Quadrado, Anicoli Romanini, and Marcele Salles Martins. "Financeirização habitacional: a experiência de implantação do loteamento de interesse social Canãa em Passo Fundo, RS, Brasil." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Financialization housing: a blend of deployment experience of low- income allotment Canaã in Passo Fundo, RS, Brazil. São Paulo, 2016. Autogestão; Collective Interest; Habitação de Interesse Social; Housing Planning; Interesse Coletivo; Low-Income Housing; Minha Casa Minha Vida; Planejamento Habitacional; Programa Minha Casa Minha Vida; Self-Management

Para minimizar o déficit habitacional no Brasil, foi criado o Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), uma alternativa para as pessoas de baixa renda concretizarem o sonho de obter a casa própria. Em busca deste sonho e de proporcionar espaço físico qualificado para sua comunidade, um grupo de mulheres formou uma entidade não governamental e firmou parceria com instituição de ensino superior, para acompanhamento da implementação de loteamento de interesse social com financiamenro público pelo PMCMV. O empreendimento é fiscalizado pela Caixa Econômica Federal, instituição que também complementa o financiamento para viabilizar a totalidade de área construída das 210 habitações, mediante empréstimo as famílias. Este artigo apresenta a trajetória de implementação do loteamento Canaã, as ações de qualificação do processo de autogestão habitacional e dos projetos das habitações de interesse social. As reflexões quanto a autogestão como alternativa ao mercado imobiliário convencional, o empoderamento das comunidades na produção do espaço, a periferização, a homogeneidade e a necessária possibilidade de ampliação futura das habitações de interesse social, são apresentadas nos resultados desta experiência, que pode ser classificada como inerente ao urbanismo contemporâneo.

Lage, Flávio Abdalla, Cláudio Tavares de Alencar, and João da Rocha Lima, Jr.. "FINANCIAMENTO A INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES NO BRASIL: OS ENTRAVES QUE DIFICULTAM O INVESTIMENTO DAS EFPCS." In 16ª Conferência Internacional da LARES. FINANCING TO TRANSPORTATION INFRASTRUCTURE IN BRAZIL: BARRIERS THAT COMPLICATES THE INVESTMENT OF PENSION FUNDS. São Paulo, 2016. Concessions; Concessões; EFPC's; Funding; Infraestrutura de transportes; Riscos; Risks; Transport infrastructure

A infraestrutura de transportes do Brasil apresenta segundo o Relatório de Competitividade Global 2013- 2014, elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, uma das piores situações do mundo, posição 114 de 148 países. Tal situação é diretamente impactada pela grave restrição fiscal sob gastos discricionários, em outras palavras, investimentos públicos, que o país enfrenta. Dessa maneira, a administração pública praticamente fica impossibilitada de contratar diretamente serviços e obras que expandam a malha de infraestrutura e garanta um aumento da competitividade da indústria nacional. Atualmente, os investimentos públicos totais situam-se abaixo de 2% do PIB brasileiro. Nesse sentido, alguns cálculos de economistas sugerem investimentos mínimos da ordem de 3% do PIB para que haja reposição da depreciação do capital fixo per capita sem, portanto, garantir a expansão do setor. Assim, a promoção da expansão da infraestrutura de transporte no país passará necessariamente pela participação do setor privado, não só para a construção e gestão de empreendimentos, mas também através de uma significativa participação do funding de novos empreendimentos, haja vista que bancos públicos, historicamente os maiores provedores de capital para o setor, também sofrem com restrições de poupança que os impossibilitam a direcionar recursos para essa finalidade. Porém, para que ocorra o ingresso de funding privado no setor é necessário que haja condições estruturais que atraiam investidores institucionais, principais detentores de poupança de longo prazo do país, a investir em novos projetos do setor. O presente artigo visa identificar junto às entidades fechadas de previdência privada (EFPCs), os principais desafios e entraves que vêm impedindo os investimentos em debêntures de infraestrutura no país. Para se chegar ao resultado pretendido o autor promove uma coleta de dados, por meio de aplicação de um questionário semi-estruturado respondido pelos gestores das EFPCs entrevistadas. O presente artigo integra a pesquisa que embasa a dissertação de mestrado a ser apresentada no programa de Pós- Graduação de Engenharia Civil da Escola Politécnica da USP.

Dal Cortivo, Lucas, and Daniel Ferreira Falcão. "Formação de Competências e o Corretor de Imóveis: Um Estudo de História Oral no Mercado Imobiliário da Grande Florianópolis." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Oral History in the Real Estate Market in the metropolitan area of Florianópolis . São Paulo, 2016. Competencias; Competencies; história oral; mercado imobiliário; oral history; Real Estate Market

O objetivo deste trabalho é compreender o processo de formação das competências de indivíduos que exercem a profissão de corretor de imóveis, através de um estudo de história oral. Enfatizou-se a escola francesa sobre a temática da lógica da competência, (LE BOTERF, 2000; LABRUFFE, 2003a, 2003b, ZARIFIAN, 2000, 2001), utilizou-se a abordagem metodológica construtivista, de caráter qualitativo, a estratégia da história oral temática, tendo como instrumento de coleta e análise de dados a entrevista em profundidade e a categorização dos discursos, o que possibilitou a analisar a aquisição das competências identificadas, defini-las e associa-las aos recursos mobilizadores, que podem ser visualizados através de um quadro analítico. As competências definidas dentro do contexto dos corretores estudados podem ser relacionadas após a sua interpretação, a lógica da competência formulada por mentores franceses, seguindo o conceito competência-em-ação (LE BOTERF, 2000). A experiência profissional foi a principal fonte de aquisição das competências definidas dentro do contexto do mercado imobiliário, seguida do saber-fazer cognitivo e a experiência social. Os corretores estudados atuam em média há 12 anos no mercado imobiliário da região da grande Florianópolis.

Rosa, Rafael Bertazzi Costa. "Geração de resultados e análise comparativa de Fundos de Investimento Imobiliários no Brasil com base nas diferentes categorias de ativos: Galpões Industriais e Escritórios Corporativos (2013-2016)." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Results and comparative analysis of Brazilian Real Estate Investment Trusts based on different asset classes : Industrial Sheds and Corporate Offices (2013-2016). São Paulo, 2016. Análise de Resultados e Levantamento de Hipóteses; Corporate Offices; Escritórios Corporativos; Fundos de Investimento Imobiliários; Galpões Industriais; Industrial Sheds; Real Estate Investment Trusts; Results Analysis and Hypothesis Survey

O presente Artigo surgiu a partir do levantamento de dados publicados pelos Fundos de Investimento Imobiliários (FII), entre maio de 2013 e maio de 2016, em seus Informes e Relatórios Mensais, objetivando, com isto, um histórico de Resultados periódicos.
Os FII aqui trabalhados (dez no total) estão listados na BM&F Bovespa e possuem, em comum, a seguinte característica: ativos alvo “monotijolo” das categorias (a) Galpões Industriais ou (b) Escritórios Corporativos, sendo somente uma das duas opções para cada produto, independentemente da localização e se, adicionalmente, possuem também outros ativos “não tijolo”, tais como instrumentos de dívida ou mesmo outros FII em seus portfólios.

Apoiado no aplicativo MS/Excel, foram tabuladas as seguintes rubricas referentes a estes FII, agora divididos em dois grupos (cinco para cada categoria): (a) Valor dos Imóveis Acabados para Renda, (b) Valor das Contas a Receber de Aluguéis, (c) Valor Total Investido em Ativos, (d) Total dos Valores a Receber, (e) Taxa de Ocupação, (f) Número de Cotas, (g) Valor Médio das Cotas (h) Rendimentos a Distribuir, (i) Rentabilidade do Período e (j) Patrimônio Líquido. Estas rubricas coletadas, em conjunto, geraram Resultados, tais como (a) Rentabilidade Mensal da Locação, (b) Rentabilidade Mensal da Cota e (c) Variação Acumulada do Valor de Mercado das Cotas, entre outros.

Utilizando a Média Ponderada com base nos respectivos Patrimônios Líquidos dos FII, seus Resultados, agrupados, foram consolidados e, posteriormente, submetidos à Regressão Linear, possibilitando assim o processo de análise comparativa ao longo do tempo e o levantamento de hipóteses que eventualmente os justificassem. 

Gaiarsa, Claudio Martins. "Índices de preços de imóveis: quatro metodologias e três casos comparados – França, Espanha e EUA." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016. Case-Shiller; estratificação; Hedonic; hedônicas; Índice de preços de imóveis; INE; INSEE; mix adjustment; real estate price index; repeat sales; SPAR

Este artigo apresenta as principais características de quatro metodologias utilizadas no mundo para calcular índices de preços de imóveis, e relata também as principais características, e as origens de três índices de preços em três países diferentes: França, Espanha, e EUA. As três metodologias são: 1)vendas repetidas (repeat sales), 2)características hedônicas, 3) estratificação, e 4)SPAR, que combina preços reais e avaliações dos mesmos imóveis. São apresentadas e comentadas também as principais características e pontos fracos dos valores utilizados para calcular os índices, segundo o momento de captura dos valores ao longo de uma transação imobiliária.

Chenker, Debora, and Carolina Gregório. "INSTRUMENTOS PARA ORIENTAR A ELABORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE MARKETING PARA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS RESIDENCIAIS EM BAIRROS PERIFÉRICOS DA CIDADE DE SÃO PAULO. ESTUDO DE CASO: EMPREENDIMENTO “FAMÍLIA FREGUESIA DO Ó”." In 16ª Conferência Internacional da LARES. GUIDANCE TOOLS FOR THE PREPARATION OF MARKETING STATEGIES FOR RESIDENTIAL REAL ESTATE DEVELOPMENTS AT SAO PAULO PERIPHERY SUBURBS. CASE STUDY : DEVELOPMENT "FAMÍLIA FREGUESIA DO Ó". São Paulo, 2016. Ações de marketing imobiliário; empreendimentos imobiliários; Marketing; Planejamento estratégico; real estate; Real Estate Development; Real estate marketing actions; Strategic Planning

O presente trabalho faz parte de uma monografia desenvolvida junto ao Poli-Integra para a conclusão do MBA em Economia Setorial e Mercados com ênfase ao setor de Real Estate e foi adaptada ao formato de artigo sendo possível consultar o trabalho original na Biblioteca da EPEC, na USP.

O objetivo desse artigo foi identificar e hierarquizar ações de Marketing e vendas em lançamentos de empreendimentos imobiliários em bairros periféricos da cidade de São Paulo, com foco em famílias com rendimento mensal entre 6 e 10 salários mínimos, como forma de auxiliar as incorporadoras na definição de um plano de Marketing mais assertivo e adequado ao orçamento limitado desse tipo de empreendimento.

A pesquisa partiu de uma análise teórica do mercado imobiliário residencial, incluindo a situação das vendas e do incremento do estoque de imóveis nos últimos anos, e uma introdução sobre a formatação de empreendimentos imobiliários. Na sequência foi feita uma análise do Marketing imobiliário buscando

levantar as ações de Marketing mais utilizadas para este nicho de mercado em estudo.

Após a análise teórica, foi realizada uma pesquisa com adoção do método Delphi para elaborar uma Matriz de ações de Marketing, com divisão em blocos: Concepção, Ponto de Vendas, Força de Vendas (ações diretas e definição de metas), Campanha Publicitária e Mídias (off e on-line). Esses blocos, foram então, hierarquizados entre fundamentais, importantes e secundários, segundo a opinião dos especialistas, identificando as ações que não deveriam faltar em um lançamento residencial para o nicho de mercado desse estudo.

A pesquisa finaliza com a aplicação prática da Matriz em um empreendimento da cidade de São Paulo com mesmo nicho de atuação desse estudo, visando assim, exemplificar o seu uso e a análise segundo métricas adotadas. O entendimento do uso dessa Matriz é mais relevante do que o resultado final obtido no estudo de caso, uma vez que pode ser replicado em empreendimentos similares, servindo como uma ferramenta para orientar gestores imobiliários na elaboração de suas estratégias de Marketing para auxiliar no desempenho das vendas.

Abbud, Rodrigo. INVESTIMENTOS CONDOMINIOS LOGISTICOS - O PAPEL DA LOCALIZAÇÃO E DA EFICIENCIA DO PRODUTO In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Navarro, Michelle Aparecida, and Daniel Ferreira Falcão. "MARKETING DIGITAL NA CONSTRUÇÃO CIVIL: A Importância do Marketing digital na Construção Civil e ferramentas utilizadas." In 16ª Conferência Internacional da LARES. DIGITAL MARKETING IN CONSTRUCTION: Digital Marketing Importance of Construction and used tools. São Paulo, 2016. Adaptação; Adaptation; Change; Digital Marketing; Digital Media; Marketing Digital; mercado imobiliário; Mídias digitais; Mudanças; real estate

Com a dinâmica mudança de anseios e necessidades do público consumidor, o mercado imobiliário tem buscado caminhos para atrair novos clientes em um mercado bastante competitivo e de público extremamente exigente. Novos conceitos de monitoramento e divulgação de seus produtos estão sendo implantados. As construtoras percebem a mudança no comportamento dos consumidores, mas ainda estão em fase adaptação e com investimento baixo no marketing digital para garantir vendas. Através de pensamentos de grandes autores, este trabalho apresenta um embasamento teórico sobre os itens abordados, principalmente nos quesitos consumidor, mídias, e marketing. Compreende também a análise do comportamento do consumidor e suas influências de compra, entrando em uma análise aprofundada sobre a relação entre o Marketing digital e o mercado imobiliário. Com a representação de dados numéricos extraídos de pesquisas realizadas por empresas especializadas em marketing digital, e- commerce e institutos de pesquisa, demonstra-se a importância das empresas do setor de Construção Civil em se adaptar a esta mudança de comportamento dos consumidores, que estão cada vez mais conectados. Outro ponto de grande relevância abordado são as vantagens e desvantagens das mídias impressas, hoje mais utilizadas, em comparação às mídia digitais, mídias estas que vêm recebendo maior investimento nos últimos anos. As etapas de uma campanha com este tipo de mídia também serão demonstradas para que as empresas alcancem o sucesso do empreendimento.

Honda, Wilson Saburo, and João da Rocha Lima, Jr.. "Matriz de Atributos da Certificação da Sustentabilidade de Edifícios de Escritórios Corporativos no Brasil." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Matrix of Attributes of Corporate Office Buildings Sustainability Certification in Brazil. São Paulo, 2016. Certificação; Certification; Construção Sustentável; sustainability; Sustainable Building; Sustentabilidade

Empresas que se preocupam com a sustentabilidade de suas operações e com as estratégias de seus negócios buscam se instalar em empreendimentos cujo perfil de produto seja direcionado por conceitos equivalentes, o que tem pressionado os empreendedores e proprietários para adotar práticas mais sustentáveis na implantação e operação dos Edifícios de Escritórios Corporativos.

Para aferir a sustentabilidade dos Edifícios de Escritórios Corporativos, os empreendedores buscam certificações ambientais de origem estrangeira. A diversidade de métodos de avaliação da sustentabilidade desperta o interesse de toda a cadeia do segmento de Edifícios de Escritórios Corporativos, sejam empreendedores, corretores, projetistas, construtores, usuários e até a comunidade, em todo o ciclo de vida do empreendimento.

No Núcleo de Real Estate da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo desenvolvemos a Certificação da Sustentabilidade de Edifícios de Escritórios Corporativos no Brasil (CERTIFICAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE), que é oferecida ao mercado e que complementa o Sistema para Classificação da Qualidade de Edifícios de Escritórios Corporativos, já em operação há alguns anos.

A proposta da CERTIFICAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE é inovadora, pois além de classificar o edifício conforme o Desempenho da Sustentabilidade, traz sistemas complementares com o objetivo de disseminar o conhecimento das práticas mais sustentáveis para toda a cadeia deste nicho de mercado.

O presente trabalho está limitado na metodologia e na estruturação da MATRIZ DE ATRIBUTOS da CERTIFICAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE, bem como na hierarquia dos Atributos Mais Sustentáveis que a compõe, que é o meio para avaliar o desempenho da sustentabilidade do edifício. 

Guimarães, Renato Gama, and Abla Proência Akkari. "MATRIZ DE RISCOS E DIRETRIZES A SEREM UTILIZADAS POR BANCOS DE INVESTIMENTOS NO PROCESSO DE GERENCIAMENTO DE RISCOS PARA O DESENVOLVIMENTO DE EMPREENDIMENTOS RESIDENCIAIS EM PARCERIAS COM INCORPORADORAS." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Risk matrix and guidelines to be used by investment banks in the process of risk management for residential projects in partnerships with development companies. São Paulo, 2016. Banco de Investimentos; Gerenciamento de Riscos; Gestão de parcerias; Investment Bank; Matriz de Riscos; Partnership Management; Private Equity; Real Estate Development; Risk Management; Risk Matrix

O mercado imobiliário residencial brasileiro tem passado por um processo de ajuste a uma nova realidade: a escassez de crédito para financiamento à produção, o aumento no índice de distratos, o aumento no número de estoques, dentre outros fatores que têm elevado significativamente os desafios para as Incorporadoras.

Por outro lado, com a desvalorização do real, o ambiente de negócios pode se tornar mais atraente para alguns Bancos de Investimentos, aumentando seu interesse nas atividades de private equity em Real Estate, que podem ser viabilizadas por meio da compra de quotas de SPE ́s a preços mais atrativos.

Nesse contexto, onde os Bancos de Investimentos e as Incorporadoras passam a ser sócios de projetos de incorporação, mostra-se a relevância dos processos de gerenciamento de riscos para uma boa relação entre esses agentes.

O objetivo deste trabalho é contribuir para que os Bancos de Investimentos possuam mais ferramentas para tomar a decisão de investir em parcerias com Incorporadoras em projetos residenciais, bem como para orientar a relação entre esses dois agentes ao longo do ciclo de acompanhamento dos projetos investidos.

Para isso, realizou-se uma pesquisa por meio de estudos de casos múltiplos envolvendo projetos para incorporação residencial no Brasil, constituídos por meio da parceria entre um Banco de Investimentos e diversas Incorporadoras. Dessa forma, realizou-se um diagnóstico dos processos de gerenciamento de riscos desse Banco, com o qual foi possível conceber diretrizes de melhorias e alterações nos processos, bem como criar a matriz de riscos dos projetos analisados.

Acredita-se que com as diretrizes acima e a matriz de riscos em mãos, os Bancos de Investimentos terão condições de implementar um processo sustentável de gerenciamento de riscos para o desenvolvimento de empreendimentos residenciais em parceria com Incorporadoras, conduzindo suas atividades de maneira mais eficiente, identificando e respondendo a potenciais forças e riscos com maior agilidade e foco.. 

Vedrossi, Alessandro Olzon. MERCADO RESIDENCIAL: PREÇO VS. RENDA In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
de Azevedo, Bruno Freitas. "Método de localização de áreas candidatas a receberem empreendimentos residenciais com utilização da p-mediana: Um estudo do Município do Rio de Janeiro." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Location method of candidate areas to receive residential developments with the use of p-median: A study of the Municipality of Rio de Janeiro. São Paulo, 2016. incorporação imobiliária; land prospecting; localização de facilidades; location of facilities; p-median; p-mediana; prospecção de terrenos; Real Estate Development

A definição da localização de empreendimentos imobiliários ainda ocorre de forma intuitiva em muitos casos no Brasil. A utilização de ferramentas modernas que auxiliem o plano de lançamento de empresas de Real Estate é um desafio constante do setor, que possui grande necessidade de acerto nas decisões, principalmente na prospecção de terrenos. No caso de empreendimentos imobiliários residenciais, o interesse na localização não se limita apenas ao resultado do negócio, mas no atendimento a uma demanda habitacional específica e certas vezes até a correção de um problema social dos Municípios. Este artigo propõe uma nova ferramenta ao planejamento de empreendimentos imobiliários residenciais, com a utilização de técnicas de Pesquisa Operacional como a p-mediana para localizar áreas candidatas a receberem empreendimentos mais próximas às demandas potenciais existentes. Para demonstrar o método proposto neste artigo foi realizado um estudo de caso no Município do Rio de Janeiro.

do Nascimento, Silvia Augusta, Fábio de Oliveir Vargas, and Paula Cristiane Ramada. "O DIREITO REAL DE SUPERFÍCIE COMO INSTRUMENTO DE POLÍTICA PÚBLICA, COMO INSTRUMENTO PRIVADO E SUAS PECULIARIDADES PRÁTICAS." In 16ª Conferência Internacional da LARES. The surface right as a public policy instrument, as a private instrument and its practical peculiarities . São Paulo, 2016. Civil Code; Código Civil; Direito de Superfície; Estatuto da Cidade; Políticas Públicas e Privada; public and private policies; Surface right

O presente trabalho tem como objetivo tratar do direito real de superfície sob a égide tanto do Estatuto da Cidade quanto do Código Civil, com condições estruturais diversas e campo de incidência distinto O direito real de superfície é uma concessão atribuída pelo proprietário de um terreno a terceiros, segundo condições e restrições específicas. A análise será feita através de casos hipotéticos no intuito de esclarecer os conceitos e também a aplicação deste direito, em consonância com as regras do Estatuto da Cidade. Trata-se de situações pensadas para serem desafiadoras quanto à determinação de soluções jurídicas, passando então a reflexões que são embasadas na Constituição Federal. A última seção trata da comparação do direito de superfície com outros instrumentos jurídicos, a saber a concessão de direito real de uso, o arrendamento, a outorga onerosa e a locação, incluindo alguns exemplos e hipóteses relacionadas às garantias, uso e gozo de um determinado imóvel, bem como as obrigações de cada uma das partes envolvidas.

Igliori, Danilo Camargo, Sergio André Castelani, and Lucas Marra de Freitas. "Oferta Pública e Demanda Privada por Transporte em São Paulo: Uma Análise Espacial para Preços Implícitos de Vagas de Garagem." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Public Supply and Private Demand for Transport in São Paulo: A Spatial Analysis for Implicit Prices for Parking Spaces. São Paulo, 2016. distribuição espacial; econometria semiparamétrica; econometrics semiparametric; Hedonic Prices; parking spaces; preços hedônicos; Spatial Distribution; vagas de garagem

Este trabalho tem como objetivo analisar a dinâmica da oferta pública e demanda privada por transporte em São Paulo por meio de modelagem espacial para estimação dos preços implícitos de vagas de garagens. Foi realizado um modelo semiparamétrico com ofertas do início de 2016 no portal Zap Imóveis com diversas características e amenidades de apartamentos residenciais na Região Metropolitana de São Paulo. Foi utilizado o método de preços hedônicos para estimar a variação porcentual no preço de um imóvel quando há a variação de uma vaga de garagem nas suas características. Por meio deste processo será analisado o padrão espacial obtido e suas relações econômicas.

da Silva Barros, Andréia Cristina, and Daniel Ferreira Falcão. "Orçamento Paramétrico como Ferramenta de Controle de Custos na Construção Civil." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Parametric Budget as Cost Control Tool in Construction. São Paulo, 2016. análise de valor agregado; earned value analysis; estimating costs; estimativa de custos; gerenciamento; Management; parametric relations; relações paramétricas

Diante de um mercado competitivo ascendente, otimizar os processos orçamentários e realizar um gerenciamento adequado tornou-se imprescindível. Em resposta a esta situação, é evidente a importância da acurácia em orçamentos paramétricos, no gerenciamento e acompanhamento dos mesmos. Almejando avaliar mais profundamente as técnicas recomendadas, o presente trabalho trata da análise paramétrica de dados orçamentários visando a avaliação e aplicação de relações paramétricas na estimativa de custos, além da análise da performance do custo de um empreendimento residencial. A pesquisa teve o objetivo de avaliar a utilização da ferramenta para concepção e gerenciamento de custos, de forma global e para diferentes etapas do orçamento. Ao término da pesquisa, constatou-se a aplicabilidade das relações paramétricas e da análise do desempenho do custo, destacando-se uma grande aptidão para a apresentação de resultados, além de sua utilidade no controle do desempenho da obra e elaboração de projeções. Porém, a importância da confiabilidade dos dados de entrada e a necessidade de alguns ajustes para o seu uso são imprescindível para obter uma ferramenta de controle de custos.

Petrucci, Celso. PANORAMA DO MERCADO IMOBILIÁRIO In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.
Pereira, Paulo. "PREÇOS DAS RESIDÊNCIAS NO BRASIL: QUESTÕES ESTRUTURAIS, DESEMPENHO DO SETOR E RISCOS DO SISTEMA NA INFLEXÃO DA CURVA DO CICLO ECONÔMICO." In 16ª Conferência Internacional da LARES. HOUSING PRICES IN BRAZIL: STRUCTURAL ISSUES, SECTOR PERFORMANCE AND SYSTEM RISKS IN THE INFLECTION OF THE ECONOMIC CICLE CURVE. São Paulo, 2016. bolha imobiliária; Brazilian housing prices; Housing Bubble; preços dos imóveis residenciais no Brasil

Temos lido e ouvido sobre eventual bolha no mercado residencial brasileiro desde a crise do” subprime” do mercado residencial dos Estados Unidos. Durante os anos de prosperidade econômica brasileiro recente o volume de vendas do mercado residencial aumentou 20 vezes desde 2007 até 2014. No mesmo período aumentaram 5 vezes os preços nominais das residências e os custos de construção aumentaram 2,5 vezes. De dezembro de 2014 a dezembro de 2015, durante a contração do PIB de aproximadamente 4%, o volume de vendas do setor imobiliário residencial caiu 38%, os preços caíram 4% em termos nominas e os custos de construção continuaram aumentando em 7% ao ano. No contexto de crise econômica com aumento do desemprego, redução da renda e incertezas sobre o futuro da economia, metade das empresas do setor de incorporação imobiliária com capital aberto na BOVESPA continua operando com margens saudáveis enquanto a outra metade permanece em dificuldades, não muito diferente dos anos de prosperidade. No sistema financeiro, apesar do aumento dos atrasos nos pagamentos das parcelas dos financiamentos, a inadimplência permanece próxima de 2% e não se avista uma crise sistêmica gerada no mercado imobiliário. Até aqui, apesar da inflexão na curva dos preços dos imóveis não há indicações de que estaríamos mergulhando numa desvalorização que pudesse ser denominada “ estouro da bolha”.

Moro, Matheus Fernando, Sandrine de Almeida Flores, Camila Candida Compagnoni dos Reis, Andreas Dittmar Weise, and Silvana Ligia Vincenzi. "Previsão de vendas: uma adequação da metodologia ARIMA para o mercado imobiliário de São Paulo." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Sales Forecasting: adequacy of the methodology ARIMA for the São Paulo real estate market. São Paulo, 2016. ARIMA; mercado imobiliário; Previsão de vendas; Real Estate Market; Sales forecasting

Um dos maiores problemas associados ao o uso de previsões de demanda no apoio à tomada de decisão é a escolha do método de previsão a ser implementado. Nesse contexto, por ter um comportamento diferente dos demais setores, o setor imobiliário apresenta dificuldade para que se encontrem métodos corretos para prever sua demanda. Pode-se citar como um dos fatores, o expressivo intervalo de tempo entre a tomada de decisão do projeto, de investimento e a entrada efetiva do empreendimento na disputa de mercado. Essa complexidade acarreta na escolha de métodos inadequados, gerando grandes estoques de unidades residenciais, corroborando em altos custos para as construtoras e incorporadoras, fato este que pode ser observado desde 2014 na cidade de São Paulo - mercado imobiliário mais representativo do país. Propõe-se então nessa pesquisa, adequar um modelo de previsão utilizando a metodologia ARIMA de Box & Jenkins, a fim de identificar o de melhor acurácia para o mercado imobiliário de São Paulo. Para tanto, serão utilizados dados referentes à série temporal de vendas de unidades residenciais, fornecidos pelo SECOVI-SP entre os anos de 2004 e 2015. Os achados implicam que é possível fazer uso de modelos de previsão de vendas no setor imobiliário e que modelos dessa classe podem ser úteis tanto no planejamento das incorporadoras como para o setor público, seja para facilitar simulações macroeconômicas de políticas na área de geração de empregos ou para nortear a formulação de políticas públicas na área de habitação. Por fim, enfatiza-se que o estudo do funcionamento do mercado habitacional brasileiro reveste-se de fundamental importância e relevante no cenário atual.

Alves, Elson Fabiano, and Rafael Távora Britto. "Produção de Unidades Residenciais Compactas na Zona Portuária do Rio de Janeiro." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Production of Compact Residential Units in the Port Area of Rio de Janeiro. São Paulo, 2016. Business Plan; Compact Residential Units; Operação Urbana Consorciada; Plano de Negócios; Porto Maravilha; Revitalização Urbana; Unidades Residenciais Compactas; Urban Operation in Consortium; Urban Revitalization

O objeto deste trabalho é o estudo de viabilidade físico financeira de um empreendimento imobiliário piloto de unidades residenciais compactas a ser desenvolvido a partir da reconversão de edificações existentes ou ocupação de terrenos residuais na área central da cidade do Rio de Janeiro.

Como embasamento é estudado o tema da degradação e reabilitação de áreas urbanas centrais, no mundo e na cidade do Rio de Janeiro - em especial a Operação Urbana Consorciada da Região do Porto do Rio de Janeiro – o Porto Maravilha -, além da tendência contemporânea por unidades residenciais compactas.

Os princípios assimilados na etapa de conceituação são utilizados para a prospecção de imóveis em potencial no perímetro da Área de Especial Interesse Urbanístico – AEIU do Porto do Rio de Janeiro e então estudos arquitetônicos alimentam um modelo de viabilidade financeira.

Durante o desenvolvimento constatou-se a necessidade de se criar uma solução funcional para promover o melhor aproveitamento dos espaços criados e assim conseguir a ocupação adequada dessas unidades e viabilizá-las como produto imobiliário. Esta solução, consubstanciada na forma de conjuntos de mobiliários multifuncionais e equipamentos, é entendida como parte integrante do empreendimento.

As principais qualidades deste empreendimento são: Oferecer ao público-alvo unidades habitacionais na área central da cidade, oriundas do aproveitamento de edifícios e áreas abandonadas e degradadas; Desenvolver unidades habitacionais inteligentes e compactas que possam ser adaptáveis às necessidades do habitante; Contribuir para a reocupação da área central da cidade pela população, catalisando um processo incipiente de reabilitação urbana; E aproveitar a infraestrutura já disponível e subutilizada, reduzindo a pressão pelo espraiamento urbano e pelos sistemas e transporte de característica pendular.

O principal objetivo deste trabalho é demonstrar a viabilidade e pertinência deste tipo de empreendimento no contexto da área central e portuária do Rio de Janeiro e assim contribuir com a definição de parâmetros alvo para projetos similares. 

Moro, Matheus Fernando, Sandrine de Almeida Flores, Camila Candida Compagnoni dos Reis, and Andreas Dittmar Weise. "Programa Minha Casa Minha Vida: comportamento da inadimplência nos estados brasileiros com vistas ao diagnóstico dos fatores determinantes." In 16ª Conferência Internacional da LARES. The Program Minha Casa Minha Vida: Behavior of the delinquency rate in Brazilian states with views to the diagnosis of the determinant factors. São Paulo, 2016. Delinquency; Determinant Factors; Fatores Determinantes; Inadimplência; Programa Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa Minha Vida é um projeto social destinado, prioritariamente a reduzir o déficit habitacional e o número de domicílios pobres, ou seja, visa atingir famílias de baixa renda, moradores de locais de risco, habitações precárias, entre outras situações. Distinguido por faixas de renda como, foco deste estudo, a Faixa 1 que na fase três do programa, lançada em 2016, compreende famílias que possuem renda bruta mensal de no máximo R$ 1.800,00, nessa faixa, o Tesouro banca o valor das construções para as empreiteiras e assume o risco de inadimplência. Tais índices de endividamento chegaram a atingir em julho de 2015, 25,77% do número de beneficiários. Deste modo, essa pesquisa visa analisar a inadimplência por estado, buscando constatar quais os que mais contribuem para esse número por meio de análise gráfica e teste de comparação de médias de Scott-Knott, bem como procura elucidar fatores que contribuem para esse aumento da inadimplência utilizando análise de correlação, os dados são disponibilizados pela Caixa Econômica Federal. Os achados constataram que o estado do Amapá possui o maior número de beneficiários em atraso, 50,7% já o Distrito Federal possui o menor número, 2,92%. Por meio do teste de Scott-Knott buscou-se compreender os níveis de inadimplência referentes à População Economicamente Ativa (PEA), deste modo o estado de Alagoas apresentou o maior índice de inadimplentes a cada mil habitantes. Por fim, por meio de análise de correlação, a taxa de desemprego e a taxa de inflação são as variáveis que elucidam em âmbito nacional a taxa de inadimplência. Conclui-se, que esses fatores afetam diretamente a renda das famílias afastando-as, cada vez mais, da desejada liquidação e mitigação das dívidas acumuladas.

de Azevedo, Bruno Freitas. "Proposta de análise de demanda residencial para terrenos com base nos dados do IBGE – Um estudo de caso no Município do Rio de Janeiro." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Proposed residential demand analysis for land based on IBGE data – A case study in the city of Rio de Janeiro. São Paulo, 2016. demanda imobiliária; produto imobiliário; prospecção de terrenos; prospecting land; real estate; Real Estate demand; Real Estate product

A definição do Produto Imobiliário é um dos fatores fundamentais no sucesso de um empreendimento imobiliário residencial. O afastamento entre os interesses do cliente e os projetos dos incorporadores tem provocado queda nas comercializações de imóveis em muitas empresas de Real Estate. Esse distanciamento se dá muitas vezes por falta de planejamento, quando o interesse é de apenas lançar um volume de unidades ao invés de atender a uma determinada demanda de compra. Este artigo propõe um método de análise de demanda de empreendimentos residenciais para um determinado terreno utilizando dados do IBGE. Para demonstrar esse método foi realizado um estudo de caso no Município do Rio de Janeiro.

Bohnenberg, Júnior, Roque, and Daniel Ferreira Falcão. "Proposta de etapas comerciais em um lançamento de empreendimento imobiliário." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Proposal commercial steps in a release of real estate development. São Paulo, 2016. Commercial Steps, Property Release, Results; Etapas comerciais; Lançamento Imobiliário; Resultados

O trabalho aqui tratado teve como tema a apresentação de uma proposta de etapas comerciais em um lançamento de empreendimento imobiliário na praça da Grande Florianópolis/SC. O estudo objetivou propor um modelo de etapas comerciais a serem utilizadas no âmbito comercial a fim de obter melhores resultados através de velocidade nas vendas. Estão contidos neste trabalho citações e ideias de inúmeros autores conceituados que tratam assuntos como: administração, funções administrativas, objetivos, comunicação, treinamento, motivação, estratégia, pesquisa e marketing. Para que este estudo fosse concretizado foram utilizados alguns procedimentos metodológicos, sendo eles: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, observação participativa. O trabalho traz informações sobre certos métodos que permeiam o âmbito comercial neste momento crucial para a performance de um produto do segmento imobiliário, que possui alto valor agregado, com isso visa apresentar e propor uma sequencia de etapas que promovam uma eficiência e eficácia nas ações frente ao produto, comunicação, pessoas e o mercado em geral. Não se trata de uma receita de bolo, já que existem especificidade em cada situação, mas de forma adaptativa fornecer meios para que os profissionais envolvidos no comercial de um lançamento imobiliário na praça da Grande Florianópolis possa ter subsídios para fazer algo diferente, para que consiga resultados diferenciados, para melhor.

Cazassa, Eduardo Fernandes, and Richard Saito. "Rating para CRIs: vale a pena?" In 16ª Conferência Internacional da LARES. Do Ratings matter for RE Structured Debt? São Paulo, 2016. Brasil; Brazil; CRI; financiamento imobiliário; precificação; Pricing; Rating; real estate financing

Analisamos os determinantes de precificação de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) com relação ao efeito do rating, controlando por variáveis de tamanho e prazo. Verifica-se um prêmio médio adicional em CRIs de 1,0 p.p. quando comparados com debêntures de prazos semelhantes e de mesmo rating. A justificativa desse prêmio é explicada pelos diferentes níveis de risco e ativos-objeto. Os diferentes níveis de risco são percebidos pelas diversas garantias utilizadas sendo que 41% das emissões possuem garantias pessoais de originadores (aval ou fiança). Somente 23% de todas as emissões foram avaliadas por agências de rating. Os efeitos do rating são analisados e, em resumo, são distintos para os segmentos residencial e comercial. A realização de avaliações de rating para instrumentos de dívida imobiliária como CRIs não é uma solução trivial para a redução de spreads. Em média, o spread de CRI é da ordem de 3,2p.p. superior à curva de juros de mercado. Em relação aos segmentos, o CRI residencial tem um spread médio 1,4p.p. superior ao CRI comercial. Para CRIs residenciais, o efeito de uma avaliação de rating é positivo (redução de spread) caso a emissão seja avaliada por alguma agência de rating, enquanto que para os CRIs comerciais, o efeito é negativo. O efeito pode ser positivo para os CRIs comerciais (redução de spread) em caso de avaliação por agência de rating internacional ou possuir notas de rating superiores à nota ‘A’. Em resumo, os CRIs residenciais apresentam um menor spread se avaliados por quaisquer agências de rating enquanto que os CRIs comerciais devem apresentar notas altas de rating (e preferencialmente por agências de rating internacionais) para que apresentem spreads significativamente menores. Para a redução de riscos percebidos ou devido à baixa proporção de emissões com avaliação de rating, tornou-se comum que as emissões tenham melhorias de crédito tais como a acumulação de garantias, a subordinação e um excesso de retorno identificado por altos spreads.

Mora, Jackeline C., João da Rocha Lima, Jr., and Cláudio Tavares de Alencar. "Sistema De Classificação De Condomínios Logísticos No Brasil." In 16ª Conferência Internacional da LARES. System of Classification for Business Parks in Brasil. São Paulo, 2016. business park; Certificação; Certification; classificação; Classification; condomínios logísticos; Galpões; Warehouses

Recentemente o mercado imobiliário brasileiro tem se interessado no nicho dos Condomínios Logísticos como resposta ao crescimento no mercado industrial brasileiro, quando a demanda por centros industriais de comercio e logísticas começou a ganhar espaço, tornando-se alvo de investimentos do mercado de Empreendimentos de Base imobiliária de alta qualidade. Os desenvolvedores de projetos de Galpões Logísticos pretendem atender a demanda de empresas que buscam uma solução para suas operações dentro de instalações, localizadas em pontos estratégicos de escoamento, que lhes permitam desenvolver sua operação com eficiência, segurança e conforto. Apresenta-se este sistema de classificação como opção, no Brasil, para estratificar este mercado de Condomínios Logísticos de maneira analítica, imparcial e criteriosa a partir de num questionário Delphi, que reúne a opinião dos principais especialistas e empresas do mercado. Mostra-se a metodologia e normas de uma pesquisa que logra estabelecer uma classificação hierárquica dos diferentes projetos de condomínios logísticos, no qual são identificados e analisados os diferentes atributos que enquadram um empreendimento dentro de uma classe específica, para dar suporte a uma leitura de qualidade dos empreendimentos pelo mercado. Desta maneira, os resultados obtidos mostram: i) uma metodologia que analisa ás exigências dos usuários conforme ás classificações oferecidas pelos empreendimentos, ii) que estrutura o sistema de classificação da qualidade oferecido ao mercado.

Manna, Eduardo Della. "Territórios da verticalização: notas sobre a expansão e a compactação da cidade de São Paulo." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Areas of urban verticalization: notes on the growth and compaction of the city of São Paulo. São Paulo, 2016. City Planning; mercado imobiliário; Planejamento Urbano; produção imobilária; Real Estate Development; Real Estate Market; Space location; urban operations; verticalização; zoneamento

Compreender o comportamento e a lógica da produção imobiliária é um dos papéis fundamentais do planejamento urbano, ao pretender intervir, de alguma forma, no mercado imobiliário, propondo a sua regulação e evitando que sua livre atuação leve a resultados urbanísticos indesejados. Nesse sentido, para o estabelecimento de formas eficazes de intervenção, é absolutamente necessário conhecer como os agentes do capital imobiliário atuam e reagem às normas e leis que o regulamenta.

Esta pesquisa pretende contribuir para um melhor entendimento do processo de verticalização na cidade de São Paulo, para uma melhor compreensão da lógica territorial da produção imobiliária formal paulistana e para a produção de um conhecimento que possa melhor subsidiar a concepção, a formulação e a prática do planejamento e da gestão urbana das cidades brasileiras. 

Ponchio, Caoní Farias, Cláudio Tavares de Alencar, and João da Rocha Lima, Jr.. "Uma análise crítica e comparativa de dois projetos de PPP no setor de mobilidade urbana em São Paulo, a partir da existência e verificação do value for money de ambos." In 16ª Conferência Internacional da LARES. A critical and comparative analysis of two PPP projects in urban mobility sector in São Paulo, from the existence and verification of the value for money on both. São Paulo, 2016. Brasil; Brazil; Investimentos; Investments; Mobilidade Urbana; Parceria Público Privada; Public Private Partnership; Public Sector; Setor Público; Urban Mobility

Talvez impulsionado pela onda de entusiasmo gerado pela realização de eventos importantes no Brasil, como a Copa do mundo e Olimpíadas, também catalisadas pelas grandes manifestações públicas clamando por investimentos, tem-se noticiado um aumento considerável no número de editais voltados a mobilizar recursos para investimento em mobilidade urbana, por meio de PPPs.

Em 2016 se comemora 12 anos da Lei 11.079, a Lei Federal das Parcerias Público Privadas, e após a conquista de alguns projetos de PPP no setor de mobilidade urbana, faz-se oportuno uma análise comparativa de dois diferentes projetos de PPP à luz da existência de value for money de ambos a fim de se permitir a melhor utilização desse instrumento contratual em projeto futuros.

O fato é que passados 12 anos, já foi superado o momento de aprendizado e agora o desafio é de consolidar as PPPs e o comparativo apresentado dará mais subsídios ao poder público no memento da estruturação de novos projetos nesse setor.

Posto isso e a partir de uma metodologia baseada na construção de um modelo de estimativa de custos e receitas de uma linha-protótipo na cidade de São Paulo, tendo como base os projetos das linhas 4 e 6 de São Paulo, fundamentação teórica especializada do setor bem como avaliação de aspectos jurídicos e econômico-financeiros, este artigo objetiva trazer uma análise crítica sobre o comparativo de qual o maior VfM dentre os dois protótipos de PPP, com escopo e divisão de riscos distintos, sendo um similar à Linha 6-Laranja e outro similar à Linha 4-Amarela, permitindo verificar qual a opção de melhor eficiência para a tomada de decisão do ente público por um ou outro modelo de projeto.

Dentre as principais conclusões deste artigo, observou-se a existência de mérito pela escolha por projetos de PPP em futuras linhas de metrô, entretanto, a depender do nível de risco assumido pelo parceiro privado e a depender da conjuntura e cenário econômico do país, faz sentido a escolha por um ou por outro modelo de contrato.

Velludo, Silvio José. "Valuation de áreas de edifícios de escritórios para locação empregando abordagem pelas três raízes de valor: uma ferramenta de apoio à tomada de decisão no investimento." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Office buildings areas valuation for rent using three sources for arbitrage values: a supporting tool for decision making on investments. São Paulo, 2016. Arbitrage value; Arbitragem de Valor; Edifícios de Escritórios para Locacão; Office Buildings for rent

Mais notadamente na última década observou-se um aquecimento representativo no mercado imobiliário brasileiro, aumentando a demanda por ativos imobiliários das mais variadas tipologias, desde terrenos para incorporações, áreas para logística e distribuição (CDs), shopping centers e imóveis comerciais voltados para renda de longo prazo. O momento de se investir ou desinvestir passa necessariamente pela precificação do ativo, o que não é uma tarefa simples tendo em vista as características dos ativos de Real Estate, que apresentam diferenças mesmo em ativos de mesma tipologia. Há poucos dados históricos dando conta de transações ocorridas e que ainda assim possam ser considerados dados de qualidade, visto que a maioria das negociações se dá entre particulares, de difícil acesso ao conhecimento público, com raras exceções. O presente trabalho tem como objetivo efetuar a arbitragem de valor utilizando as raízes de custo, de troca e a de uso (valor da oportunidade de investimento) e comparar os resultados obtidos para melhorar a qualidade de decisão em investimentos, visto que se relacionam a métodos de avaliação distintos, que são construídos a partir de diferentes variáveis e premissas e que, por isso, acabam por mostrar os diferentes posicionamentos dos agentes econômicos envolvidos em uma transação, especificamente em empreendimentos de base imobiliária, do tipo Edifícios de Escritórios para Locação (EEL). Verificou-se que, dentro de um determinado ambiente, a orientação de valor pretendido pelas partes vendedora e compradora constitui-se numa ferramenta de apoio à tomada de decisão no investimento em áreas de edifícios de escritórios para locação.

da Rocha Lima, Jr., João. "VALUATION DE ATIVOS DE REAL ESTATE: DISTORÇÕES GERADAS PELA "DOUTRINA" DA PERENIDADE." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016.

Valuation de empreendimento para renda deve se apoiar em doutrina conservadora e que preserve a lógica do investimento, cujas expectativas são: receita em regime próximo da harmonia e lastro de valor não submetido a oscilações bruscas. Valor não é característica de um bem do real estate, mas resulta de como as partes de uma transação se posicionam para julgar o valor. Valuation é um procedimento técnico, que não envolve ansiedades ou necessidades das partes que transacionam o bem, de modo que deve buscar o "fair value" do bem. Este "valor justo", no conceito de valor da oportunidade de investimento (VOI), que seria o adequado para comprar o bem, deve atender às duas premissas originais: produzir renda com certa harmonia, equivalente a uma taxa de atratividade imposta pelo investidor e servir de lastro para o investimento. Para determinar VOI há rotina adequada, que vem sendo divulgada pelo NRE-Poli e há a doutrina da perenidade, largamente utilizada no meio. Perenidade é responsável por viés de valor, na medida em que, pretendendo uma simplificação na medida de VOI, acaba por produzir um cálculo sob premissas distorcidas, sendo inclusive um dos motores das ondas de mercado e até de bolhas. Fazemos neste artigo uma advertência sustentada quanto aos problemas gerados pela aplicação a doutrina, bem como, por meio de análise de um protótipo, ilustramos a intensidade das distorções provocadas.

Ruza, Gustavo, and Daniel Ferreira Falcão. "VANTAGENS E DESVANTAGENS EM DIFERENTES MÉTODOS CONSTRUTIVOS NAS CONSTRUÇÕES CIVIS DE GRANDE PORTE ANÁLISES DE NOVAS FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS." In 16ª Conferência Internacional da LARES. ADVANTAGES AND DISADVANTAGES IN DIFFERENT METHODS IN BUILDING CONSTRUCTION CIVIL LARGE NEW TOOLS ANALYSIS TECHNOLOGY. São Paulo, 2016. Construction Methods; Estudo de Viabilidade; Gerenciamento de Projetos; mercado imobiliário; Métodos Construtivos; Project Management; Real Estate Market; Viability Study

O presente estudo busca identificar as vantagens e desvantagens dos métodos construtivos e, o avanço tecnológico na construção civil, por meio de novas ferramentas para o estudo de mercado. Através da revisão de literatura baseadas em livros, artigos e teses, o trabalho objetivou focar a importância da análise tecnológica como ferramenta para avaliação do mercado imobiliário da construção civil, para que a viabilidade do projeto seja realizada possibilitando ganho e crédito de mercado. Utilizando-se do método de pesquisa literário exploratório descritivo foi observado, que o crescimento do mercado imobiliário e da construção civil, atualmente, no Brasil faz parte do patamar econômico e social. Este estudo através do delineamento dos métodos construtivos que permeiam o mercado da construção civil elaborou informações sobre as técnicas a serem implantadas em projetos construtivos, como também, busca analisar esses métodos para que a viabilidade do projeto ganhe em tempo e custo, e seja finalizado com êxito. A indústria da construção civil, no Brasil, hoje é considerada uma alavanca no setor da economia, pois a esta se agregou o crescimento da busca pela casa própria, a geração de emprego, qualidade de vida da população, que tornou a cadeia produtiva da construção civil, novos investimentos em ferramentas e técnicas de mercado.

de Ávila Amaral, Cristiane, and João da Rocha Lima, Jr.. "Vertical Farm – especulação de penetração no mercado em tempos de crescimento de vacância." In 16ª Conferência Internacional da LARES. Vertical Farm – speculation of penetration in the Market in times of growth of vacancy. São Paulo, 2016. capacidade de locação; desenvolvimento urbano; empreendimentos de base imobiliária; estate-based enterprises; índices de preços ofertados; offered prices; rental capacity; Urban Development; Vertical Farm Vertical Farm, produção agrícola indoor em área metropolitana, tem sido implantada em países de economia evoluída. No Brasil, já há interesse de uma empresa suíça, por meio de investigação de disponibilidade de lajes de coberturas ociosas para implantação de plantio de hortaliças em São Paulo, entretanto não há evidência da qualidade deste tipo de investimento em metrópoles brasileiras, por falta de literatura a respeito. Neste momento de abalo setorial, onde há crescimento do número de vacâncias em edifícios corporativos, consequentemente a redução de receita em portfólios de empreendimentos de base imobiliária (EBI), a ocupação dos espaços ociosos por usos complementares apresenta-se como oportunidade de amenizar ou compensar prejuízos. Isso significa que, por hipótese, a Vertical Farm seria uma opção para complementação da receita de um empreendimento em operação, caso a renda auferida em nesta nova ocupação seja eficiente a ponto de apresentar satisfatório retorno para o investimento. Portanto, o artigo tem como objetivo especular qual o (i) limite de valor de locação que a Vertical Farm suportaria para garantir a operação e (ii) comparar com os preços de imóveis no mercado, através de pesquisa exploratória, modelo de análise de investimento e mapeamento de preços de locação de edifícios corporativos, na cidade de São Paulo, em determinados eixos de desenvolvimento.
Wagner, Michel Rosenthal. "VIOLÊNCIA EM CONDOMÍNIO – uma visão sistêmica do contexto das situações de vizinhança construídas na qualidade de vida urbana brasileira e paulistana." In 16ª Conferência Internacional da LARES. VIOLENCE IN GATED COMMUNITIES – a systemic view of that context on the quality of urban life in Brazil and the City of São Paulo. São Paulo, 2016. cidades; Cities; condomínio; gated community; Neighborhood; qualidade de vida; Quality of Life; Violence; violência; vizinhança

A região metropolitana de São Paulo é uma das maiores áreas urbanizadas do planeta. A crise de políticas públicas diversas, especialmente falta de investimento em educação e cidadania, e a defasagem do poder de polícia na administração pública brasileira, combinada com o modelo de hiperadensamento urbano adotado nas últimas décadas, têm contribuído para o aumento das tensões urbanas.

A violência urbana interna nos condomínios é um importante termômetro social e ambiental a ser apurado nas cidades.

Sob um olhar sistêmico, este artigo pretende questionar, por meio da análise das edificações, onde projetamos o residir, o trabalhar e o recrear, e por onde passa todo tipo de contato entre as pessoas, as situações de vizinhança e a qualidade de vida resultante do uso da propriedade nesta tipologia urbanística. O tema das áreas comuns nas casas, nas empresas, nas ruas, nos equipamentos urbanos e especialmente nos condomínios (com patrimônio comum interdependente), onde a proximidade e o encontro são obrigatórios, tem aparecido na agenda social na atualidade. O cuidado nestes ambientes é traduzido por educação social, necessária especialmente no ambiente condominial.

Há algumas outras discussões a fazer. Qual é a cultura que permeia o uso e o compartilhamento de áreas privativas e áreas comuns na tipologia condominial? O que nos levaria, individualmente, a ser ou não lenientes ao percebermos, por exemplo, o furto de partes que a todos pertencem? E o que fazer na hipótese de reagir eficazmente e positivamente neste cenário?

Tal realidade se reproduz, semelhantemente, na cidade como um todo. Esta tipologia urbanística, junto com os loteamentos fechados ou bairros planejados, tem tomado conta do “jeito de viver” presente, em pequenas comunidades protegidas – aldeias urbanas.

Assim, trazem-se à análise algumas recomendações estratégicas que norteiem a comunidade. Serão propostos encaminhamentos no sentido de construir democraticamente e participativamente a convivência e a administração dos condomínios. 

Encinas, Felipe, Carlos Marmolejo Duarte, Francisco Sánchez, and Carlos Aguirre. "¿Están los usuarios dispuestos a pagar más por eficiencia energética en viviendas nuevas? Dos estudios de valoración contingente en Santiago de Chile y Barcelona." In 16ª Conferência Internacional da LARES. LARES. São Paulo, 2016. certificados energéticos; disposición a pagar; Eficiência Energética; mercado inmobiliario; valoración contingente En la mayoría de los países, la eficiencia energética residencial ha sido delegada en gran medida a las dinámicas de los mercados inmobiliarios después de regular un nivel mínimo. Consecuentemente, se espera que las promociones de vivienda con mayores niveles de eficiencia energética reciban un market premium que al menos equivalga al sobre costo de la inversión en mejoras de envolvente térmica y/o sistemas más eficientes. Sin embargo, la pregunta acerca de si los usuarios residenciales están dispuestos a pagar más por estos desarrollos inmobiliarios eficientes permanece en gran medida inexplorada en países donde los certificados energéticos no han sido implementados como obligatorios, o donde su incorporación es más reciente. Este artículo explora el impacto de la eficiencia energética en la disposición a pagar por viviendas en Santiago de Chile y Barcelona, España. Para esto, se aplicó un método de valoración contingente con el objetivo de extraer la estructura de preferencias para diferentes niveles de eficiencia energética en el mercado residencial. Los resultados revelan que una significativa proporción de los encuestados están dispuestos a pagar en una cantidad que sobrepasa los costos de la inversión en eficiencia energética. Para el caso de Santiago, los resultados del modelo de regresión sugieren que esta disposición a pagar se ve positivamente influenciada por los siguientes factores: nivel de ingresos, nivel educacional y aspectos demográficos, siendo los hogares con niños pequeños aquellos que están dispuestos a pagar más. Para el caso de Barcelona, se evaluó la disposición a pagar por mejoras en la certificación energética, que constituye la etiqueta verde obligatoria de la Unión Europea, donde los hogares efectivamente están dispuestos a pagar por las viviendas mejor cualificadas, a pesar de la juventud de la política. En ambos casos, estos resultados poseen importantes implicancias para el diseño de políticas públicas para promover la eficiencia energética en nuevos desarrollos inmobiliarios.